TVxTV

Atuação da Semana: Em estado de graça, Adriana Esteves brilha durante o dia e à noite

Atriz ganhou destaque em Amor de Mãe e fez misérias em semana decisiva de Avenida Brasil

Atuação da Semana: Em estado de graça, Adriana Esteves brilha durante o dia e à noite
Adriana Esteves brilhou em Amor de Mãe e em Avenida Brasil e por isso é a Atuação da Semana - Foto: Reprodução/Globoplay

Publicado em 09/02/2020 às 13:39:54

Por: Daniel César

Adriana Esteves foi a dona da TV brasileira na última semana. A atriz mostrou que está em grande forma ao ganhar destaque nos mais recentes capítulos de Amor de Mãe ao mesmo tempo em que, horas antes, enchia a TV com sua composição visceral na virada de Avenida Brasil.

Na novela das nove, escrita por Manuela Dias, Adriana interpreta a personagem Thelma, uma mulher sem vida, sem cor, que tem como objetivo proteger e cuidar do filho, tornando-se sufocante, inconveniente e tomando decisões precipitadas em nome deste amor. Com um diagnóstico de que vai morrer a qualquer momento, já que possui um aneurisma cerebral que pode explodir sem avisar, a mulher foi se tornando cada vez mais inconveniente e surtada.

Na semana em questão, Danilo (Chay Suede), filho de Thelma na trama, casou-se com Camila (Jéssica Ellen) e a mãe dele, contrariada com o casamento, roubou as alianças para que os dois desistissem do casório, mas é claro que não obteve sucesso. Vale lembrar que ela tentou juntar o casal quando um não conhecia o outro e ainda foi responsável pela gravidez da nora, ao furar as camisinhas do filho. Quando Camila perdeu o bebê e a possibilidade de engravidar novamente, a personagem de Adriana Esteves se voltou contra o namoro porque queria um neto legítimo.

Adriana jogou para fora todos os sentimentos que Thelma guarda dentro de si. Diferente de sua mais recente personagem, a Laureta de Segundo Sol, a atriz buscou uma composição mais caricatural e melodramática, brincando com a mexicanização do texto de Manuela Dias. Embora muitas atitudes da personagem não façam sentido e sejam incoerentes, ela achou um tom real para uma mãe obcecada que foge dos riscos de torná-la chata aos olhos de quem vê.

Apesar de ter espaço menor em comparação com as outras duas protagonistas – Vitória (Taís Araújo) e Lurdes (Regina Casé) – é inegável que Esteves deu uma interpretação humana para sua personagem e conseguiu fazer com que o público a enxergue como uma pessoa comum, capaz de atitudes terríveis, mas de generosidades grandiosas.

Com duas indicações ao Emmy Internacional no currículo, Adriana deixou mais uma vez claro que o trabalho da sua vida – Avenida Brasil (2012) – ficou para trás e ela tem capacidade para dar outros tons aos seus personagens.

Adriana Esteves em Avenida Brasil

E a melhor forma de comparar como a interpretação de Adriana em Amor de Mãe é diferente do tom que deu a Carminha é assistindo Avenida Brasil no Vale a Pena Ver de Novo. A produção de João Emanuel Carneiro entrou na semana de virada e cenas emblemáticas, como o início da vingança de Nina (Débora Falabella) e o enterro dela viva, mostram uma Esteves visceral, que fica no limite do exagero, brilhando nas tardes da Globo.

Assim como fez com Thelma, em Avenida Brasil a atriz humanizou uma vilã que facilmente poderia cair na armadilha da canastrice. Talvez esse seja o maior mérito de Adriana: ela compra o personagem e o transforma em real, fugindo do maniqueísmo barato que muitos atores buscam na hora de compor um trabalho. Por encher a TV brasileira em dois horários diferentes, Adriana Esteves é a atuação da semana.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!