Coluna do Sandro

Atriz de "Poliana" diz que está aprendendo com sua personagem barraqueira

Divulgação

Publicado em 17/06/2018 às 09:00:24

Por: Sandro Nascimento

Com passagens pela Globo, HBO e Record TV, Letícia Tomazella chega ao SBT interpretando a ambiciosa manicure particular Arleteem “As Aventuras de Poliana."

"Uma delícia. Adoro fazer comédia. Adoro personagens meio maluquinhas. (risos) Contracenar com o Ivan Parente, pra quem não o conhece, ele é um grande astro de vários musicais, é um presente. Dentre outros atores incríveis com quem contraceno, Mylla Christie, Maria Gal, etc. Tô adorando fazer a Arlete. Fazer rir é quase sempre mais desafiador do que fazer chorar. E eu amo esse desafio", conta Tomazzela ao NaTelinha.

Na novela de Íris Abravanel, Arlete é uma manicure particular que adora viver no luxo. Casada, sonha ser rica, mas mora na comunidade Bem-te-vi, onde vive brigando com sua vizinha Gleyce.

Embora seja discreta, a atriz explica que tem aprendido com sua personagem, que tem a característica de ser barraqueira, e explica: "às vezes o ‘atrito’ é necessário, sim, pra poder modificar alguma situação incômoda e pra que possamos expressar nossos sentimentos mais densos. Claro que nem sempre o conflito é a solução. Mas saber se posicionar firmemente diante do outro é muito importante", diz.

Antes de "Poliana', o último trabalho de Letícia na televisão foi em 2016, dando vida à personagem Liora, em “A Terra Prometida”, na Record TV. No cinema, participou de 15 curtas e dois longas, "Cara ou Coroa", dirigido por Ugo Giorgetti, e "O Super Nada", de Rubens Rewald.

Letícia Tomazella afirma que assim como sua personagem Arlete, ela luta muito pelo que almeja. "Sou persistente naquilo que acredito. E tenho personalidade forte", afirma, sobre sua identificação com o personagem.

Para a atriz, está sendo "muito bacana" trabalhar numa novela destinada ao público jovem, porém, tem a noção que isso agrega para si mais responsabilidades.

"Eu amo crianças e adolescentes. Adoro ver essa fase da formação de um ser humano... As dúvidas, angústias, a coragem e a alegria inerente à eles... Então tô gostando de habitar esse universo. É mais responsabilidade também... Pois somos formadores de opinião e exemplos de conduta. Então pra gente acaba sendo um estudo ético inenarrável. A gente acaba se aprimorando como pessoa também. E assim passamos algum ensinamento ou bons exemplos pra eles, por meio da nossa vida real", diz a atriz, que nasceu no interior de São Paulo, na cidade de Monte Azul Paulista.

Ao ser questionada sobre se ficaria careca pela necessidade de um personagem, Letícia responde que sim, caso o papel a encantasse.

"Há personagens que valem o sacrifício. Mas as vezes há o limite da nossa própria autoestima daquele momento, que tem que estar forte, se aceitarmos certos papéis, por exemplo. Então sempre é um estudo de caso a caso e do momento da nossa vida", completa.

O jornalista Sandro Nascimento assina colunas e reportagens exclusivas no NaTelinha. Também é correspondente da agência de notícias ZOOMINTV. Twitter: @SandroNascimm / E-mail: sandro@natelinha.com.br



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!