Reportar erro
Colunas

Diferente e criativa, "Rock Story" é a melhor novela no ar atualmente

Antenado

rockstory-novela-especial (2).jpg
Divulgação/TV Globo
Redação NT

Publicado em 07/12/2016 às 09:28:06,
atualizado em 09/09/2021 às 17:00:47

 

Estreada há menos de um mês no horário das 19h, pode-se dizer tranquilamente que "Rock Story" é o atual baluarte de teledramaturgia brasileira, e parada obrigatória para quem gosta de uma boa novela.

Primeiro, é preciso elogiar o texto de Maria Helena Nascimento. Menos raso do que suas antecessoras e trazendo profundidade, desenvolvimento de personagem e afiado acima da média do que a faixa costuma nos entregar - vide "Haja Coração", que era extremamente sem ambição.

O segundo ponto a se dizer é o que a novela faz de diferente: apostar no drama e na dubiedade dos personagens. Definitivamente não é uma trama maniqueísta, onde os bons são ótimos e os ruins são péssimos, ao oposto. Vladimir Brichta está excelente como Gui Santiago, e é um alento ver um ator tão bom num papel como esse, e que estava limitado aos seriados de humor recentemente.

Alinne Moraes também está muito bem como Diana, novamente mostrando porque é uma das melhores atrizes de sua geração. No quarteto principal, Rafael Vitti é o menos regular, mas não por isso está ruim, longe desta ideia. Faz muito bem a caricatura de um ídolo teen, compondo trejeitos impagáveis. Merece elogios.

Nathália Dill tem o desafio de fazer gêmeas, e agora a vilã Lorena se mostra. Até o momento, como mocinha, ela manda bem e foge do esteriótipo de mocinha sofredora - outra regra do horário - ao fazer alguém forte e decidida.

Outro excelente é Nicolas Prattes, como o jovem Zac. Dos novatos, é o que tem melhor desempenho, muito próximo da perfeição de composição.

Para um garoto de 19 anos, é algo elogiável. A ver o seu futuro se mantiver a atuação de "Rock Story" em outras novelas após.

Do núcleo principal, o ponto fraco é Caio Paduan. Ainda não achou o tom correto do vilão e algumas vezes parece robótico. Porém, tem evoluído capítulo a capítulo. Tem tudo para reverter o início ainda confuso.

O grande mérito de "Rock Story" é sua criatividade. A direção de Maria de Médicis e Dennis Carvalho é, mais uma vez, longe do padrão da faixa das 19h e acerta em todos os sentidos. A edição é excelente e a sonoplastia da novela é fantástica, uma das melhores dos últimos tempos em novelas.

"Rock Story" tem tudo realmente para ser uma novela de muito sucesso, tão fenômeno como foi "Totalmente Demais". Vou além disso: se manter o ritmo, será superior ao recente fenômeno, em todos os termos. É o grande acerto da Globo em dramaturgia neste ano, com alguma tranquilidade. Vale a pena acompanhar.
 

Gabriel Vaquer escreve sobre mídia e televisão há vários anos. No NaTelinha, é responsável por reportagens variadas e especiais. Ainda assina as colunas "Antenado", sobre TV aberta, e "Eu Paguei pra Ver", sobre TV por assinatura. Converse com ele. E-mail: gabriel@natelinha.com.br / Twitter: @bielvaquer

 

 

NaTelinha no Facebook

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais direto do seu feed.

Curtir
TAGS:
Mais Notícias