Reportar erro
Colunas

"Planeta Extremo" não precisa do acaso do terremoto para se destacar

Território da TV

planetaextremo-terremoto.jpg
Reprodução
Redação NT

Publicado em 23/02/2016 às 18:22:03

A equipe do “Planeta Extremo”, como é sabido por todos, foi surpreendida em maio do ano passado por um grandioso terremoto de quase 8 graus de magnitude no Nepal.

Conseguiu, por exemplo, fazer da Globo a primeira emissora estrangeira a conseguir gerar um link do país enquanto ele estava perdido entre os escombros e réplicas do tremor seguiam o abalando.  

O trabalho, primoroso e heroico, foi destaque em todos os telejornais de rede na época. E também foi muito bem encaixado no episódio de estreia da nova temporada, no dia 14 de fevereiro, que retratou a tensão dos instantes com a terra tremendo. Com todos são e salvos, é possível dizer que jornalisticamente eles estavam no lugar e no momento “certos”, mesmo que essa ideia pareça um tanto masoquista.

O episódio do último domingo (21), porém, mostrou que a produção já seria digna de aplausos e boa repercussão mesmo sem a fatalidade do destino. A narrativa que contou a saga dos caçadores de abelhas no Himalaia foi um exemplo de equilíbrio.

O bom texto, alternando a perspectiva de participante da incursão sem perder o olhar externo, se destaca tanto pelo lado de Clayton Conservani, precursor do “Planeta” ainda como quadro do “Esporte Espetacular”, depois o vendo se tornar parte do “Fantástico” e finalmente chegar a versão programa solo, quanto pelo de Carol Barcellos, cada vez mais promissora, que também vem chamando a atenção no rodízio de apresentação da edição nacional do “Globo Esporte”.

O único porém fica para o curto tempo de exibição. O tempo total de reportagem fica em torno dos 20 minutos. O horário avançado podia permitir uma edição menos ceifadora. Conteúdo gravado para conduzir isso é difícil imaginar que não tenham tido.


O colunista Lucas Félix mostra um panorama desse surpreendente território que é a TV brasileira. Ele também edita o https://territoriodeideias.blogspot.com.br e está no Twitter (@lucasfelix)

Mais Notícias