Reportar erro
Colunas

Quarta-feira à noite: a nova guerra pela audiência na TV

Enfoque NT

ratinhoxgugu-guerra.jpg
Foto Montagem NaTelinha - Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 25/02/2015 às 00:00:05

Há alguns anos, a guerra pela audiência era muito polarizada no domingo, onde mais emissoras conseguem ser mais competitivas e beliscar um lugar melhor ao sol. Ela ainda existe, pondo as três maiores emissoras do país com diferenças menores em relação a semana.

É claro que, a grande guerra dominical aconteceu no período que compreende de 1997 a 2003, onde Gugu (ainda no SBT) e Faustão protagonizavam um duelo de tirar o fôlego, com investimentos maciços em conteúdos e até perda do limite do bom senso por alguns pontos no Ibope.

De lá pra cá, Gugu perdeu força e em 2009 saiu do SBT, quando Fausto Silva já reinava aos domingos, numa confortável liderança. No entanto, em 2015, o louro volta a ser protagonista daquela que promete ser uma “guerra” tão interessante quanto, guardada às devidas proporções: as de quarta-feira à noite.

Num horário até então tido como morno, com a Globo e a Band exibindo partidas de futebol, o SBT com o Ratinho e a Record com séries e novelas, Gugu vem dar uma sacudida no horário, mobilizando também seus concorrentes, principalmente aquele deve ser o mais afetado: o “Programa do Ratinho”.


Rapidamente, a produção do “roedor” se mobilizou e vai trazer nesta quarta-feira (25) Florinda Meza ao vivo no palco, que promete quebrar o silêncio e contar tudo sobre Roberto Bolaños, o criador de “Chaves” e “Chapolin”. Toda a América Latina está interessada na entrevista, já que será seu primeiro pronunciamento após o falecimento do marido e várias declarações polêmicas de (ex) colegas.

Contra-atacando, Gugu em sua estreia terá uma entrevista com Ricky Martin e Leonardo cantando seus maiores sucessos ao vivo. Mas, durante os próximos programas, o louro promete entrevistas bombásticas com Suzane Von Richthofen, Sandrão Galega e o ex-goleiro Bruno, além de quadros consagrados como o “Táxi do Gugu”, esquentando a guerra pelo Ibope.

Seu programa está marcado para iniciar às 21h45, pouco antes de rolar o pontapé inicial do futebol na Globo, que exibirá a partida entre São Paulo e Danúbio do Uruguai, válido pela segunda rodada da Taça Libertadores da América.

A Bandeirantes, que não tem os direitos de transmissão da competição, terá que fazer uso de outra disputa, entre Brasil de Pelotas e Flamengo, válida pela primeira rodada da Copa do Brasil.

Mas e os outros dias?

Gugu também será exibido nas noites de terça e quinta, mas a concorrência com Ratinho será de 100% apenas na quarta-feira. Nos outros dias, o SBT exibe o “Cine Espetacular” e o campeão de audiência “A Praça é Nossa” a partir das 23h. São atrações “fechadas”, menos flexíveis, mas que também possuem um público fiel.

A Globo tem como arma a nova temporada do “Profissão Repórter” na terça e o frágil “Tá no Ar: A TV na TV” na quinta-feira, além do “Big Brother Brasil” e “Jornal da Globo” nesses três dias que Gugu dará expediente.


Thiago Forato é jornalista, escreve sobre televisão há dez anos e assina a coluna Enfoque NT há quatro, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele: thiagoforato@natelinha.com.br  |  Twitter e Instagram: @tforatto

Mais Notícias