Reportar erro
Colunas

"The Bachelor" mostra que formatos de namoro podem ter morrido na TV aberta

Antenado

thebachelor-final-20022015.jpg
Divulgação
Redação NT

Publicado em 21/02/2015 às 18:41:45

Programas de namoro existem desde que mundo é mundo e, consequentemente, desde que a TV brasileira tinha como principal atração o "Repórter Esso", lá na pioneira, falecida e saudosa TV Tupi.

O "Namoro na TV", de Silvio Santos, deve ser o mais conhecido do gênero. Porém, nos últimos anos é totalmente notável o esgotamento da fórmula na televisão. É só ver que a tentativa anterior, o "Me Leva Contigo", da Record, foi um fracasso retumbante. Alguns falarão: "Ué, mas e o 'Vai dar Namoro', do Rodrigo Faro?". Convenhamos, apenas a dancinha era engraçada no início, o quadro nem era isso tudo.

Justamente pelos recentes fracassos, quando foi anunciado sua estreia, questionei bastante se o reality "The Bachelor", da RedeTV!, faria sucesso. Talvez se fosse trash, ou não se levasse à sério, o programa iria bem nas redes sociais.

O vi em vários momentos durante sua trajetória e tive a impressão do programa se levar muito à sério. Além disso, o "bachelor" do título, o italiano Gianluca Perino (abaixo/esquerda), não tinha um grande carisma e isso provavelmente afastou o público.

A qualidade técnica, ou a falta dela no caso, também prejudicou o reality. Muitos takes tinham ares de amador e em algumas brigas do programa, não senti uma veracidade emocional. Não sei porque tive essa impressão, talvez esteja vendo "Teste de Fidelidade" demais e ache que tudo é armado na RedeTV!.

De ponto positivo, gostava da apresentação do Fábio Arruda (acima/direita). Foi correta, sem grandes surpresas, deixando claro que a estrela era o programa, não o apresentador.

A final da atração (caso você não saiba) foi ao ar nesta sexta (20), sendo praticamente ignorada nas redes sociais. Não é para menos: "The Bachelor" não foi para o lado trash e ainda é baseado num formato totalmente esgotado no Brasil. Gianluca escolheu ficar com a pretendente Aane.

Diante dos evidentes fracassos dos programas de namoro no nosso país, não vejo muita perspectiva para eles. "The Bachelor" pode ter colocado a areia que faltava. Se você pretendia arrumar namorado na televisão, desista. Isso não vai acontecer tão cedo.
 

Gabriel Vaquer escreve sobre mídia e televisão há vários anos. No NaTelinha, além da coluna “Antenado”, assinada todos os sábados, é responsável pelo “Documento NT” e outras reportagens. Converse com ele. E-mail: gabriel@natelinha.com.br / Twitter: @bielvaquer

Mais Notícias