Em podcast

Carlos Alberto de Nóbrega revela quando deixa A Praça é Nossa

Humorista abriu o jogo sobre relação com Silvio Santos e relatou como reagiria se fosse demitido do SBT


Carlos Alberto de Nóbrega em entrevista ao podcast Podpah, transmitido no YouTube
"Se o Silvio me mandar embora, eu ainda vou trabalhar", disparou Carlos Alberto de Nóbrega - Foto: Reprodução/YouTube

Carlos Alberto de Nóbrega falou sobre A Praça é Nossa e a relação com Silvio Santos em entrevista divulgada nessa quinta-feira (9). Ao lado da esposa, a médica Renata Domingues, o famoso detalhou a relação que tem com o dono do SBT e ainda garantiu que “só morto” deixará o comando do humorístico, no ar há 35 anos.

“Meu contrato acabava em janeiro. Em outubro, comecei a ficar preocupado. Não era medo de não renovarem, era de haver cortes. São 40 e poucas famílias que dependem do meu trabalho. Não posso ficar doente, não posso ter estresse… Tenho que estar com saúde lá”, relatou Carlos Alberto de Nóbrega ao podcast Podpah.

Na entrevista, o humorista revelou que, na conversa com o presidente do Grupo Silvio Santos, José Roberto Maciel, descobriu que seu contrato já havia sido renovado em agosto. Em seguida, o apresentador de A Praça é Nossa afirmou que nunca deixaria o comando do humorístico:

“Só morto! Se o Silvio me mandar embora, eu ainda vou [trabalhar]. Ele vai, mas eu fico (risos). Não adianta!”

Carlos Alberto de Nóbrega se comunica com Silvio Santos por bilhetinhos: “Não preciso falar com ele”

Carlos Alberto de Nóbrega revela quando deixa A Praça é Nossa

Lançando seu próprio podcast, o veterano também falou sobre a relação com Silvio Santos. Carlos Alberto revelou que tem total liberdade de criação no comando da Praça. “Não preciso falar com ele. Quando assinei o contrato, há 35 anos, única coisa que pedi foi liberdade. Queria carta branca e que ninguém se metesse no meu programa.”

“Eu sou mais ou menos igual a ele. Morro de ciúmes do meu programa. Ele quer errar e que o erro vá para o ar, porque ele é assim. Então não há necessidade de eu ter que falar com ele.”

Por vezes, a comunicação com o patrão se dá por meio de bilhetinhos. Foi assim quando convenceu o Homem do Baú a renovar por dois anos o contrato da comediante Consuelo Leandro (1932-1999), mesmo a atriz estando em fase terminal, com câncer na bexiga. “Era pra ela acreditar que iria viver, mas todos sabiam que ela estava morrendo.”

Assista à íntegra da entrevista de Carlos Alberto de Nóbrega e da esposa, a médica Renata Domingues de Nóbrega, ao podcast Podpah:

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias