Reportar
erro
Eita!

Drogas, brigas e confusões: Cinco segredos da TV que você não sabia

Bastidores da TV brasileira escondem muitos segredos


Palhaço Bozo com a mão no nariz
Cinco segredos da TV que você não sabia - Foto: Reprodução/TV Globo
Por Natasha Amaral

Publicado em 17/04/2022 às 09:21:18

Os bastidores da televisão brasileira escondem muitos segredos e situações bizarras. Quem assiste às dramaturgias e programas recheados de diversões, entrosamentos e finais felizes não imagina que por trás das câmeras o cenário pode ser outro entre os artistas e a produção. A realidade é que os fenômenos nacionais escondem muitas brigas, abuso de drogas, confusões e até situações com o consumo excessivo de álcool. Veja abaixo cinco segredos que esconderam você.

O palhaço Bozo, sucesso em mais de 40 países e exibido no Brasil pelo SBT entre os anos de 1982 e 1992, foi interpretado por cinco atores diferentes, mas um em especial chamou atenção: Arlindo Barreto. Ele foi um dos intérpretes mais aclamados pelo público e atingiu o auge da fama na pele do palhaço, mas também chegou ao fundo do poço pelo mesmo motivo.

Em entrevista ao portal Notícias Populares, Arlindo abriu o jogo e contou que a cocaína era o segredo para manter toda a alegria durante oito horas de gravações diárias. "Eu tinha um pique incrível, o calor infernal dos estúdios, aquela roupa, a gritaria das crianças, tudo aquilo era desgastante, e, mesmo assim, eu ficava com a corda toda", admitiu.

Yudi e o descontrole com dinheiro e farra

imagem-texto

Yudi Tamashiro fez parte da infância de milhares de crianças e surpreendeu ao finalmente revelar o que acontecia por trás do Bom Dia & Cia. Durante sua participação no Flow Podcast, o apresentador de 29 anos revelou que saía do matutino direto para casas de prostituição e que já foi apresentar o programa direto da balada. "Eu mais conversava com as garotas do que fazia (sexo) mesmo. Porque eu queria dividir coisas que eu não podia dividir com outras pessoas. Conversando, eu ficava muito louco e emendava uma balada. Se não arrumasse uma menina na balada, emendava para uma casa de swing. Ou então já ia virado para o Bom Dia & Cia", contou.

Saída traumática do Sai de Baixo

Drogas, brigas e confusões: Cinco segredos da TV que você não sabia

O seriado Sai de Baixo foi exibido originalmente entre 1996 e 2002 e garantiu boas risadas ao público. Apesar do sucesso na época, nem tudo foi tão simples quanto parecia. As fofocas foram ganhando força conforme a popularidade aumentava e cada vez mais circulavam boatos sobre os bastidores do programa. No meio de tantos boatos, um fato foi confirmado e repercutiu bastante: a saída de Claudia Jimenez, a empregada Edileusa.

Crítica ferrenha do programa, a atriz reclamou publicamente de alguns episódios e gerou um grande mal-estar entre o elenco e a produção. "A qualidade está caindo mesmo, e não foi apenas no último programa. Isso já vem acontecendo há pelo menos um mês", disse ela em entrevista ao Jornal do Brasil, na época. Pouco tempo depois, Daniel Filho pediu a cabeça de Jimenez ao vice-presidente de operações, Boni.

Ao mesmo jornal, em janeiro de 1997, a atriz comentou o desligamento: "Eu acho que o meu grande erro foi tentar modificar as coisas com as quais eu não concordava. Eu realmente fui insubordinada algumas vezes, mas só porque queria melhorar as coisas. Eu acho que eles têm todo direito de me demitir, a sacanagem não foi a demissão, mas a maneira como as coisas foram feitas".

A Grande Família e a briga no elenco

Drogas, brigas e confusões: Cinco segredos da TV que você não sabia

Ao longo de 14 temporadas, o remake de A Grande Família conquistou excelentes índices de audiência, mas também enfrentou turbulências nas gravações. Em 2012, Guta e Pedro tiveram uma forte briga nos bastidores e foi cogitado o fim da produção. Na época, sites disseram que Cardoso chamou a colega de elenco de "péssima atriz" e que a mesma atuava há 12 anos ao lado dele bêbada.

Na época, a Stresser negou as acusações e a Globo se posicionou e confirmou a briga, mas afirmou que era tudo envolvendo trabalho. Garantiu que os dois seguiam um ótimo relacionamento e que foram trabalhar logo após a confusão. 

Treta em Salve Jorge

imagem-texto

Exibida entre outubro de 2012 e maio de 2013, Salve Jorge fez bastante sucesso na emissora do Plim Plim. Na época, Vera Fischer deu vida a Irina e não poupou críticas para a personagem e, consequentemente, para a autora, Glória Perez. "Não precisava me chamar para essa novela, porque a Totia [Meireles] dava conta do personagem dela e do meu. Não precisava de mim, ou então botava uma pessoa que está começando, que precisa, porque é um personagem quase que humilhante pra mim", esbravejou a atriz, durante o lançamento de seu livro "Lucíola", em 2013.

O clima nos bastidores da novela ficou péssimo e as reclamações fizeram com que Fischer sofresse um boicote, ficando cinco anos sem ser chamada para qualquer produção da Globo. 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias