Reportar
erro
Exclusivo

Brinde da Conmebol, Copa América Feminina pode ser exibida pelo SBT

Competição acontece em julho na Colômbia. Brasil venceu sete das oito edições disputadas desde 1991


Marta beijando o troféu da Copa América
Marta beija troféu da Copa América; jogadora não deve disputar edição do torneio em 2022 - Foto: Divulgação
Por Thiago Forato

Publicado em 31/03/2022 às 04:00:00,
atualizado em 31/03/2022 às 09:56:28

O SBT estuda transmitir a Copa América Feminina de Futebol, que vai ocorrer na Colômbia entre os dias 8 e 30 de julho. O NaTelinha apurou que diretores defendem sua exibição e podem ajudar a grade a alavancar seus números de audiência, independentemente dos horários dos jogos, que ainda serão divulgados. Procurada, a emissora informou que a decisão será conhecida em junho.

A palavra final, como sempre, será de Silvio Santos, que ainda está nos Estados Unidos, mas diariamente mantém contato com executivos do SBT. O mês de junho como prazo final para a decisão se irá transmitir ou não pode estar condicionado ao resultado da licitação da Conmebol que vai conhecer quem será os detentores da transmissão da Libertadores e Sul-Americana no quadriênio de 2023-2026. O resultado sairá em abril.

A Copa América Feminina faz parte de uma série de torneios que o SBT adquiriu no pacote oriundo do certame masculino, vencido pela Argentina contra o Brasil em 2021 e que desbancou Império, na Globo. O acordo da emissora com a Conmebol prevê direitos de outras competições como Copa América de Futsal, Pré-Olímpico, Sul-Americano Sub-15, 17, 20, dentre outros.

SBT está confiante em renovação com Conmebol

Brinde da Conmebol, Copa América Feminina pode ser exibida pelo SBT

Dono dos direitos da Libertadores desde o segundo semestre de 2020, o SBT aposta na boa relação com a entidade máxima sul-americana e nos bons valores oferecidos para renovar os direitos da maior competição de clubes da América do Sul.

Caso consiga, de fato, ter os direitos renovados, o SBT pretende transmitir outros torneios como forma de agradecimento. Um deles pode ser inclusive a própria Copa América Feminina, certame disputado a cada quatro anos, mas que a partir de 2022, será a cada dois. A edição deste ano classificará para a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2023 na Austrália e na Nova Zelândia e para os Jogos Pan-Americanos de 2023 em Santiago do Chile.

Um grande chamariz para sua exibição seria Marta, maior jogadora de todos os tempos, mas ela precisará realizar uma cirurgia depois de sofrer uma lesão no ligamento do joelho no último sábado (26), atuando pelo Orlando Pride (Estados Unidos), e pode ficar longe dos gramados por até seis meses.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias