Processo trabalhista

Lair Rennó processa Globo e pede salário milionário de Fátima Bernardes na Justiça

Apresentador deixou a emissora em dezembro de 2019 após 20 anos; ele trabalhava no Encontro desde 2012


Lair Rennó e Fátima Bernardes no Encontro
Lair Rennó processa Globo e pede indenização equivalente ao salário de Fátima Bernardes na Justiça - Divulgação/Globo

Fora da Globo desde 2019, Lair Rennó entrou com um processo trabalhista contra a emissora e cobra salário substituição referente aos seis anos (2014 a 2019) que apresentou o Encontro durante as férias e folgas de Fátima Bernardes do programa. A ação alega que a Globo sonegou todos os direitos previdenciários de Rennó ao trocar o contrato dele inicial como empregado CLT por pessoa jurídica (PJ), em 2014, e pede o reconhecimento de vínculo como funcionário.

O NaTelinha apurou que o valor pedido de indenização na Justiça gira em torno de R$ 4 milhões, mas esse valor deve aumentar quando a Globo apresentar os ganhos de Fátima Bernardes do período para o cálculo. O processo, que acontece em Belo Horizonte, classifica a mudança de CLT para PJ de Lair Rennó como uma manobra fraudulenta da emissora carioca . O jornalista foi demitido da Globo em dezembro de 2019.

Rennó é representado por André Froes de Aguilar, mesmo advogado de Rachel Sheherazade no processo movido contra o SBT. Procurado, o advogado não se manifestou sobre o assunto.

Confira a despedida de Laír Rennó da Globo:

Lair Rennó estava no Encontro com Fátima Bernardes desde 2012

O apresentador mineiro, de 46 anos, iniciou sua carreira na Globo como repórter do EPTV Sul de Minas, telejornal local, em 2001 e, teve passagens pelo Bom Dia Minas, MGTV, Radar MG, trabalhou na Globonews e migrou para o entretenimento em 2012, direto para o Encontro com Fátima Bernardes, onde ficou até dezembro de 2019, quando foi dispensado pela emissora.

"A vida inteira eu lutei para entrar na Globo, era um sonho de um estudante universitário. Fiz jornalismo muito pensando nisso. Sempre me achei um comunicador, mais do que um jornalista. Na Globo, passei por todas as etapas, com muito sacrifício, em uma redação de telejornal, até chegar em uma bancada. Sempre comento que tenho muito orgulho pela minha carreira, cheguei onde cheguei por esforço próprio", disse ele na época em entrevista ao Gshow.

Ele foi convidado pela própria Fátima Bernardes para fazer parte do Encontro, logo no início, quando apresentava o Brasil TV e fazia caracterização com o mesmo profissional que atendia a apresentadora.

"Passei a ter uma relação com ela só de camarim, de sala de maquiagem. Contava minhas histórias de vida, de carreira, e ela ria muito. Quando ela surgiu com a ideia de fazer o programa, ela me chamou para fazer parte do Encontro. Estive na equipe que fez a concepção do programa. Fui o quinto ou o sexto a chegar, logo no início", relembrou.

No Encontro, ele não poupava Fátima Bernardes de escapar dos temas do programa. "As pessoas de casa estão me pressionando aqui. Você acredita em destino, no amor, nessas coisas do acaso? Hein, papangu?", perguntou Lair, brincando com Fátima em 2018.

Surpresa com a pergunta, ela não se esquivou e respondeu: "Eu acredito no amor, certamente. Acredito que tem determinados momentos da vida que você está pronta para enxergar certas coisas. Em outros momentos, não".

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias