Reportar erro
Comoção

Cobertura da morte de Marília Mendonça dá recordes de audiência à Globo

É de Casa teve maior público em 20 meses; Jornal Hoje registrou recorde do ano

Marília Mendonça de roupa preta, segura um arco na cabeça e sorri para a câmera
Comoção com morte de Marília Mendonça aumentou audiência na TV - Foto: Reprodução/Instagram
Walter Felix

Publicado em 07/11/2021 às 15:40:00,
atualizado em 07/11/2021 às 15:49:25

Com a cobertura da morte de Marília Mendonça e homenagens à Rainha da Sofrência, a Globo viu sua audiência subir nesse sábado (6). Dedicados à cantora, morta aos 26 anos, em um acidente de avião em Piedade de Caratinga, no interior de Minas Gerais, o É de Casa, o Jornal Hoje e o Altas Horas registraram recordes.

De acordo com os dados prévios, o É de Casa, que dedicou boa parte de sua duração a homenagear a cantora e compositora Marília Mendonça, registrou sua maior audiência em 20 meses. Foram 9,9 pontos em São Paulo, 10 no Rio de Janeiro e 9 no PNT (Painel Nacional de Televisão). O crescimento do É de Casa, nas três medições, foi de 60%, 33% e 56%, respectivamente. Em Goiânia, com 6,8 pontos, o matutino teve a maior audiência nos últimos dois anos, desde julho de 2019.

A cobertura sobre a morte e o velório de Marília Mendonça seguiu na programação da Globo à tarde. O Jornal Hoje, que estendeu sua duração para mostrar a cerimônia de despedida da artista, alcançou a maior audiência do ano no PNT, com 15,6 pontos, e em SP, com 15,3. A Globo cresceu 38% em audiência no PNT, e 40% em SP.

No comando do telejornal, Rodrigo Bocardi quebrou o protocolo para fazer elogios à artista e ainda prestar uma homenagem a ela. “Se vocês me permitem, com muito carinho, e que sirva até de conforto, queria compartilhar uma frase de um outro poeta brasileiro, Allan Dias Castro: ‘A vida não dura para sempre. É durante’”, disse o âncora, no fim do Jornal Hoje.

Com os melhores momentos das participações de Marília Mendonça no programa, o Altas Horas desse sábado foi o programa de maior audiência do ano no PNT, com 12,3 pontos, e no Rio de Janeiro, com 15,1, dentre aquelas edições que foram exibidas às 23h. O crescimento da atração apresentada por Serginho Groisman foi de 33% no PNT e 20% no RJ.

Acidente matou Marília Mendonça e outras quatro pessoas em Piedade de Caratinga (MG)

Marília Mendonça morreu na última sexta-feira, 5 de novembro, na queda do avião de pequeno porte em uma região perto de uma cachoeira na cidade de Piedade de Caratinga, no interior de Minas Gerais. O acidente também matou o tio e assessor dela, Abicieli Silveira Dias, o produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior e o copiloto Tarciso Pessoa Viana.

A aeronave, um bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, com capacidade para seis passageiros, decolou de Goiânia com destino a Minas Gerais. O acidente ocorreu por volta de 15h30 e os dois últimos corpos foram resgatados por volta de 18h45. As investigações sobre as causas do acidente serão realizadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticas (Cenipa), do Comando da Aeronáutica. 

O velório da cantora, junto ao do tio Abicieli, foi realizado no sábado (6), no Ginásio Goiânia Arena, reuniu cerca de 100 mil pessoas, incluindo famosos amigos de Marília. Houve um cortejo do ginásio ao Cemitério Memorial Parque, onde o corpo da artista foi enterrada por volta das 18h30, na presença apenas de familiares.



Mais Notícias