Reportar erro
Bye bye

Drag queen afirma que Xuxa desistiu do Drag Race Brasil: “Magoada”

Críticas recebidas por parte da comunidade LGBTQIA+ teriam motivado a desistência

Xuxa como drag queen, à esquerda, e Rupal, à direita em montagem do NaTelinha
Xuxa desistiu de comandar a versão brasileira de RuPaul´s Drag Race - Foto: Ensaio Caras/montagem
Redação NT

Publicado em 27/09/2021 às 12:15:31,
atualizado em 27/09/2021 às 21:23:32

A drag queen Paulette Pink afirmou em sua rede social que Xuxa Meneghel desistiu de apresentar o programa Drag Race Brasil após receber críticas por parte da comunidade LGBTQIA+. O vídeo foi publicado na última sexta-feira (24), mas somente nesta segunda (27) a postagem repercutiu na internet. Além disso, Pink completou que a apresentadora está magoada.

“Depois da repercussão negativa que a Xuxa colheu por ser indicada a apresentar o Drag Race Brasil, ela ficou muito chateada com a classe LGBT e decidiu desistir de assinar o contrato. Você não acham que deve ser muito difícil essa rejeição depois de anos levantando a bandeira para a classe LGBT?”, questionou Paulette Pink.

“Mas uma vez eu afirmo aqui que receber um não de quem a gente mais ama não é fácil. Então, Deuses da Sabedoria tentem primeiro descobrir quem inventou, fabricou e embalou o glitter para que hoje vocês possam brilhar e lacrar a vontade

As declarações de Paulette repercutiram nas redes sociais e o nome de Xuxa passou a fazer parte dos assuntos mais comentados no Twiiter.  Mais tarde, em outra publicação, ao responder um seguidor sobre como conseguiu a informação, a drag disse que foi por "um amigo da equipe".  Procurada, a assessoria de Xuxa não se manifestou sobre a reportagem.

Em agosto, o NaTelinha adiantou em primeira mão que Xuxa seria a apresentadora da versão brasileira de RuPaul's  Drag Race. A informação viralizou nas redes sociais e dividiu a comunidade LGBTQIA+. Para os críticos, o nome ideal para comandar a atração seria uma drag queen, como ocorre na versão original.

Xuxa é fã do programa Rupal´s Drag Race

Um vídeo de 2020 repercutiu nas redes sociais mostrando a rainha dos baixinhos  falando sobre o programa e o respeito que tem com o público LGBTQIA+.

"O que eu posso dizer é que eu vi todos os episódios, o seis e o sete são os meus preferidos. A drag que eu mais gosto? Tem uma japinha pequenininha que acabou dizendo no episódio que ela estava com AIDS, e que ninguém sabia da família dela. Não sei o nome dela porque são muitos nomes diferentes nesse tempo todo. Mas tem uns que são maravilhosos, né? Nossa, como dançam, como cantam, como se maquiam...".

Na sequência, a apresentadora disse que tem muito respeito à comunidade LGBTQIA+ e que das vezes em que se monta (se veste de drag queen) é uma forma de homenagem aos artistas.

"Tem uma drag dentro de mim que fica muito afim de fazer muita coisa. Então, se eu puder, eu ainda vou participar de um programa onde vão me maquiar, eu ainda vou fazer fotos... claro, com todo respeito. Não estou fazendo isso pra me apropriar de absolutamente nada. Eu respeito muito a vida de vocês, a história de vocês. Eu não consigo imaginar o que vocês já devem ter passado na vida", explicou para o  site Põe na Roda.

"É muito fácil eu, como mulher, me montar e falar 'estou brincando de ser drag queen' e não é isso, não é uma brincadeira, e sim pedindo licença para entrar no mundo de vocês e dizer que eu tenho muito orgulho que vocês me aceitem. Já que vocês me aceitaram algumas vezes, eu vou me vestir e transvestir ou querer ficar parecida com vocês porque eu admiro muito, mas, por favor, não leve para o outro lado e sim, realmente, só admiração, muita admiração", pediu.

Formato do reality drag que seria de Xuxa

Criado em 2009, RuPaul's Drag  Race tem como objetivo apresentar a cultura e o universo drag para o público. É comum começar a ver o programa e não entender bem algumas expressões que são ditas, mas aos poucos tudo isso se torna tão natural que o público termina de assistir falando “Shantay, you Stay” e “Sashay, away” (expressões de Ru para indicar quem fica e quem sai naquela semana).

Os participantes precisam provar seu carisma, originalidade, audácia e talento em desafios de alta costura, dança, atuação, imitação (olá Snatch Game) e, muitas vezes, se apresentam ao vivo e sem cortes, dançando e performando de forma única.

Outro ponto são as transformações de cabelo e maquiagem. RuPaul's Drag  Race virou uma febre em todo o mundo e venceu diversos prêmios internacionais, dentre eles, Critics Choice Television Award e o Emmy.



NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias