Reportar erro
Fora do ar

Alexandre Garcia é demitido da CNN Brasil após defender tratamento precoce contra a Covid-19

Jornalista emitiu opinião baseada em fake news sobre a Covid-19

Alexandre Garcia durante sua participação na CNN Brasil
Alexandre Garcia é demitido da CNN Brasil após defender tratamento precoce contra a Covid-19 - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 24/09/2021 às 19:50:05,
atualizado em 24/09/2021 às 20:08:51

Nesta sexta-feira (24), a CNN Brasil confirmou a demissão do jornalista Alexandre Garcia. A decisão da emissora foi concretizada após o apresentador defender, mais uma vez, o tratamento precoce contra a Covid-19 com uso de remédios sem eficácia comprovada, como a cloroquina. Por meio de nota para a imprensa, a emissora justificou a rescisão de contrato com Alexandre e reiterou seu compromisso com os fatos.

"A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24). A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada. O quadro 'Liberdade de Opinião' continuará na programação da emissora, dentro do jornal 'Novo Dia'. A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo", diz o comunicado do canal de notícias.

Ao longo do período que esteve no ar na CNN, Alexandre Garcia sempre emitiu opiniões polêmicas em relação à pandemia da Covid-19, contrariando o que orientam especialistas em saúde, incluindo médicos e pesquisadores.

Alexandre Garcia emite comentário errado sobre Covid-19

A demissão de Alexandre veio horas após ele ter dito ao vivo que medicamentos sem eficácia comprovada salvaram muitas vidas. 

"Os tais remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas sendo aplicados imediatamente, mesmo antes do resultado do teste. É na fase 1, na fase 2 às vezes evitam hospitalizações. Na fase 1 sempre evitam hospitalizações, sempre evitam sofrimento. Na fase 3 são ineficazes, depois que a pessoa já está hospitalizada ou intubada. [...] Essa questão de eficácia comprovada a gente só vai saber daqui uns três anos. Agora tudo é experimental."

Alexandre Garcia

Logo depois da fala de Garcia, a apresentadora Elisa Veeck o desmentiu e esclareceu: "Reitero sempre pra vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN".



NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias