Reportar erro
Tomou

CNN Brasil desmente Alexandre Garcia após fala alinhada com Bolsonaro sobre pandemia

Alexandre Garcia já havia sido desmentido em outra ocasião

Elisa Veeck apresentando o Novo Dia e Alexandre Garcia no telão
Elisa Veeck desmente jornalista ao vivo - Foto: Reprodução/CNN Brasil
Redação NT

Publicado em 24/09/2021 às 12:09:24

A CNN Brasil desmentiu o jornalista Alexandre Garcia ao vivo na manhã desta sexta-feira (24) no programa Novo Dia. No quadro Liberdade de Opinião, o comentarista comentava sobre as denúncias contra a operadora de saúde Prevent Senior quando afirmou categoricamente que os "remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas".

A Prevent Senior é alvo de investigações do Ministério Público (MP), Polícia Civil e CPI da Covid por pressionar médicos conveniados a tratar pacientes com substâncias do "kit Covid" como hidroxicloroquina, contraindicada para pacientes que estejam com o vírus da Covid.

"Os tais remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas sendo aplicados imediatamente, mesmo antes do resultado do teste. É na fase 1, na fase 2 às vezes evitam hospitalizações. Na fase 1 sempre evitam hospitalizações, sempre evitam sofrimento. Na fase 3 são ineficazes, depois que a pessoa já está hospitalizada ou intubada. [...] Essa questão de eficácia comprovada a gente só vai saber daqui uns três anos. Agora tudo é experimental."

Logo depois da fala de Garcia, a apresentadora Elisa Veeck o desmentiu e esclareceu: "Reitero sempre pra vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN".

"E mais um acréscimo aqui neste fim do quadro de hoje, a CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prenivir a Covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação, são as únicas maneiras de combater a pandemia."

Elisa Veeck

Alexandre Garcia é reincidente

Em agosto, ele já havia sido desmentido quando disse que os jovens não precisavam receber a vacina contra a Covid-19. “[Vacina] é segura para jovens. Jovens que não precisariam tomar a vacina, segundo as estatísticas”, afirmou Alexandre Garcia. “Parece que o vírus não se dá bem com jovem e com criança, principalmente”, completou o comentarista durante sua visão.

Na sequência, Elisa leu um comunicado do canal de notícias e desmentiu o jornalista. “Alexandre Garcia disse que jovens não precisar a tomar a segunda dose da vacina [contra a Covid-19], segundo as estatísticas”, iniciou o canal.

“Para esclarecer esse tema, nós da CNN Brasil procuramos o infectologista e também diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações, Renato Kfouri. Segundo o médico, com a medida que se previne mortes em adultos e idosos, os casos de hospitalização com formas graves serão entre os não vacinados”, continuou a apresentadora.

“No caso das crianças, [a taxa de hospitalização] que era de 0,35% pode, sem vacina, chegar a 15%. Além dessa informação, acrescentamos que o registro para esse ano de mortes por Covid-19 entre crianças e jovens é de 1581. Isso mesmo. 1581 pessoas entre 10 e 19 morreram por Covid-19 apenas em 2021”, acrescentou.



Mais Notícias