Reportar erro
Eita

Alexandre Garcia fala sobre vacina para jovens e acaba desmentido pela CNN Brasil

Emissora soltou um comunicado ao vivo rebatendo o comentário do jornalista

Elisa Veeck sentada na bancada do jornal da CNN (à esquerda) e Alexandre Garcia sentado em seu escritório (à direita) em foto montagem
Canal soltou comunicado sobre o assunto - Foto: Montagem
Redação NT

Publicado em 19/08/2021 às 14:11:00,
atualizado em 19/08/2021 às 14:14:59

A CNN Brasil desmentiu Alexandre Garcia nesta quinta-feira (19) após o jornalista afirmar que jovens não precisam receber vacina contra Covid-19. A fala do comentarista aconteceu no quadro Liberdade de Opinião e foi desmentido pouco depois pela jornalista Elisa Veeck no CNN Novo Dia.

“[Vacina] é segura para jovens. Jovens que não precisariam tomar a vacina, segundo as estatísticas”, afirmou Alexandre Garcia. “Parece que o vírus não se dá bem com jovem e com criança, principalmente”, completou o comentarista durante sua visão.

Na sequência, Elisa leu um comunicado do canal de notícias e desmentiu o jornalista. “Alexandre Garcia disse que jovens não precisar a tomar a segunda dose da vacina [contra a Covid-19], segundo as estatísticas”, iniciou o canal.

“Para esclarecer esse tema, nós da CNN Brasil procuramos o infectologista e também diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações, Renato Kfouri. Segundo o médico, com a medida que se previne mortes em adultos e idosos, os casos de hospitalização com formas graves serão entre os não vacinados”, continuou a apresentadora.

“No caso das crianças, [a taxa de hospitalização] que era de 0,35% pode, sem vacina, chegar a 15%. Além dessa informação, acrescentamos que o registro para esse ano de mortes por Covid-19 entre crianças e jovens é de 1581. Isso mesmo. 1581 pessoas entre 10 e 19 morreram por Covid-19 apenas em 2021”, acrescentou.

CNN Brasil joga responsabilidade para Alexandre Garcia

Após prestar todos os esclarecimentos científicos e desmentindo as visões apresentadas por Alexandre Garcia, a CNN Brasil deixou claro que as opiniões do jornalista não representam o canal. “Opinião emitida pelos comentaristas do quadro não refletem, necessariamente, a posição da CNN”, finalizou.

Apesar do posicionamento da emissora, Garcia continua como funcionário da empresa e seguirá dando suas opiniões, caso não ocorra nenhuma mudança até lá. Mesmo com a nota, a CNN Brasil foi criticada nas redes sociais por manter o jornalista em seu quadro de funcionários.



Mais Notícias