Reportar erro
Posicionamento

Na Band, Neto faz pedido para manifestantes e revela seu voto nas urnas

Apresentador já contou que é contra o presidente Bolsonaro

Neto apresentando Os Donos da Bola
Neto revelou seu posicionamento político - Foto: Reprodução/Band
Redação NT

Publicado em 07/09/2021 às 13:37:00

Nesta terça-feira (7), o apresentador Neto abriu Os Donos da Bola falando as manifestações pró-Bolsonaro que estão ocorrendo em algumas cidades do Brasil. Na Band, ele pediu que as pessoas não fossem violentas e deixou uma mensagem de esperança aos telespectadores. Oposição ao bolsonarismo, o comunicador revelou que seu posicionamento é de centro e sempre votou no ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o ex-governador de SP Geraldo Alckmin.

“O Dia da Independência tinha que ser o caminho pra todos nós pra que a gente possa viver melhor com os nossos filhos. A independência tinha que ser para a gente poder falar o que pensa, não ser censurado, ter o pensamento em Jesus, fazer o melhor para as pessoas”, iniciou.

“A gente precisa ter o entendimento que precisamos ser livres para que a gente possa colocar comida na mesa, que a gente possa ver futebol, que os nosso filhos possam estudar, que as pessoas possam sair da Covid, que a gente tenha mais vacina”, acrescentou. Ele declarou que as pessoas podem se manifestar, desde que não defendam pautas antidemocráticas e sejam violentas. O apresentador revelou que sempre votou no ex-governador de SP Alckmin e o ex-presidente FHC.

“A gente tem que fazer as coisas para o Brasil. Não é fazer coisa para milico, fazer coisa que não é do PT, fazer coisa que não é do sei do que, quem é de esquerda, quem é de direita. Eu sou de centro. Sempre votei no Fernando Henrique [Cardoso] e no Geraldo Alckmin. Sempre fui centro”, concluiu.

Neto é contra o Bolsonaro

Neto no programa Os Donos da Bola

No mês passado, ele foi entrevistado pelo podcast PodPah e afirmou que não gostaria de encontrar pessoalmente o presidente Jair Bolsonaro. O comunicador não esconde sua insatisfação com a gestão do atual chefe do Executivo.

“Eu jamais, na minha vida, me encontraria com ele [Bolsonaro], jamais ficaria perto dele. Não tenho o mínimo de estômago pra isso”, comentou. “Se vocês mais jovens não se posicionarem, nós não vamos ter um mundo melhor”, acrescentou.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias