Reportar erro
Loucura, loucura, loucura

Tiazinha, Feiticeira e mais: Por onde andam as beldades de Luciano Huck

Apresentador falou ao Fantástico que personagens foram criadas em um momento machista e não caberiam hoje em dia na TV

Montagem de fotos de Feiticeira, Tiazinha e Luciano Huck
Feiticeira e Tiazinha fizeram grande sucesso com Luciano Huck nos anos 90
Redação NT

Publicado em 31/08/2021 às 15:01:00,
atualizado em 31/08/2021 às 15:25:39

Luciano Huck terminou no último sábado (28) sua trajetória no Caldeirão do Huck, completa 50 anos na próxima sexta-feira (3) e deu uma entrevista ao Fantástico refletindo sobre sua carreira, que foi iniciada nos anos 90. Foi no programa H (1996-1999) que o apresentador ficou famoso no Brasil e lançou musas, que fizeram muito sucesso na época e ganharam muito dinheiro estampando capas da revista Playboy.

Na conversa com Renata Ceribelli ao Fantástico, Huck, que assumirá o Domingão da Globo no próximo fim de semana, falou que as personagens sensuais Tiazinha (Suzana Alves) e Feiticeira (Joana Prado) não caberiam nos dias de hoje "Coube no contexto daquela época e a gente era muito jovem, tinha uma certa ingenuidade ali também... O jeito que a minha geração foi educada, tem pilares que não se sustentam mais, graças a Deus", disse ele.

Luciano estreou na Globo em 2000 e seguiu no início apostando em mulheres sensualizando no palco para arrancar audiência na época. Foi assim que ele lançou Ana Di Biase como a Salva-vidas do Caldeirão e suas assistentes de palco, chamadas Coleguinhas, que usavam figurinos sensuais, enquanto o apresentador disparava o seu bordão: "Loucura, loucura, loucura".

"Antes da Globo foi uma descoberta, um pouco ingênuo, muito ainda quase adolescente. O que me transformou mesmo foram os últimos 20 anos", contou ele ao Fantástico. O NaTelinha pesquisou o que fazem as beldades de Huck atualmente. Confira!

Tiazinha (Suzana Alves)

De lingerie, salto alto, chicotinho e máscara, Tiazinha se tornou um fenômeno nos anos 90 ao sensualizar e fazer sua performance sadomasoquista nas tardes da TV aberta da Band no programa H. Com apenas 19 anos, Tiazinha depilava sem dó os pelos dos corpos de garotos que participavam do programa que erravam as perguntas feitas no programa e também dava algumas "chicotadas" neles.

Além de programa, o sucesso lhe rendeu uma carreira musical, na qual vendeu 250 mil cópias de disco e parceria com o cantor Vinny. Ela ainda ganhou uma série na Band, na qual tirou um pouco do lado sexy da personagem e focou no lado super-heroína. Suzana Alves foi uma das capas mais vendidas da Playboy em 1999. A personagem, segundo ela, cresceu tanto que a deixou deprimida e por isso resolveu abandoná-la. "Como eu poderia viver sendo uma personagem (a Tiazinha) para o resto da vida? Aquilo ia me enlouquecer. Ou então eu ia morrer, me suicidar, me afundar nas drogas. Quanto mais distante você está de você mesmo, mais louco fica", declarou em entrevista à revista Circuito em 2017.

Atualmente, Suzana está com 43 anos, é atriz, está no elenco da novela bíblica Gênesis, da Record, é mãe de Benjamin, 5 anos, é casada com o ex-tenista Flávio Saretta e se prepara para lançar sua biografia, na qual falará sobre o período de Tiazinha, o auge e a depressão.

Feiticeira (Joana Prado)

Com o sucesso absoluto de Tiazinha, Luciano Huck apostou em uma nova beldade no programa H, a Feiticeira, vivida por Joana Prado, inspirada na protagonista da série de TV Jeannie é um Gênio. Considerada um símbolo sexual na época, ela sensualizava no programa de biquíni e o rosto coberto com uma máscara. Joana posou três vezes nua para a revista Playboy. A primeira edição bateu o recorde de vendas da revista com mais de 1,2 milhões de exemplares.

Em 2017, ela deu uma entrevista a Gugu Liberato e falou que não gostava de ser a Feiticeira. "Nos primeiros programas, quando o Luciano me chamava, eu entrava perdida. Eu era uma menina também. Quando voltava, ia pro camarim e chorava de soluçar! Eu ouvia o que eu queria e o que não queria. Aprendi a administrar, mas me fazia mal", disse.

Em 2002, entrou para a segunda edição da Casa dos Artistas, do SBT, onde reatou o romance com o lutador Vitor Belfort. Atualmente, Joana tem 45 anos, é casada com o lutador Vitor Belfort com quem tem três filhos: Davi, Vitória e Kyara. A família vive na Flórida, é evangélica, e ela trabalha como empresária da Belfort Fitness Lifesyle, um modelo de academia com um conceito de baixo investimento e alto retorno.

Salva-Vidas (Ana Di Biase)

Ana Di Biase entrou para o Caldeirão do Huck com a personagem Salva-Vidas com a função de repetir o sucesso de Tiazinha e Feiticeira. Com um maiô vermelho, fio-dental, ela simulava salvar os jovens que fingiam se afogar uma piscininha e fazia massagens enquanto sensualizava no programa. "Eu trabalhava em banco, quando tive a oportunidade de participar do quadro Essa é pra casar, no Caldeirão, em 2001. Em seguida, recebi o convite para trabalhar como modelo em São Paulo. Aceitei o desafio, deixando o banco, e abandonando a metade do curso de Direito que fazia.", contou ela ao site Gshow em 2019.

Ana, 41 anos, atualmente é jornalista esportiva, cursa faculdade de Nutrição e é mãe de João Victor. Ela mantém um estilo de vida saudável, com treinos frequentes na academia compartilhados em suas redes sociais.

Dany Bananinha

Dany começou no Caldeirão com uma das Coleguinhas, assistentes de palco que sensualizam no palco do programa. Foi capa da revista Playboy duas vezes (2001 e 2004. Com o passar dos anos, ela foi ganhando destaque no programa, virou repórter e produtora do programa. No último sábado (28), ela fez uma reflexão sobre sua passagem no Caldeirão. "21 anos no Caldeirão e esse ciclo encerra hoje 'sábado à tarde'. Eu era uma menina quando cheguei, cresci, amadureci, aprendi muito, vivi dias felizes, sempre recebi muito carinho do público e de todos. Meu coração transborda de gratidão e carinho. Valeu todos esses anos vividos com essa família que eu tenho muito orgulho de ter feito parte. Fica aqui meu carinho, gratidão e felicidade. Vamos seguir pro domingo, para um novo ciclo, um novo desafio que com fé em Deus seremos muito felizes também. GRATIDÃO", escreveu.

Dany tem 45 anos, é mãe de Lara, de um ano, fruto do seu relacionamento com o fisioterapeuta Pedro Koellreutter e seguirá trabalhando com Luciano Huck no Domingão na Globo.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias