Memórias

Suzana Alves revela que tinha pânico de TV por causa da Tiazinha

Lembranças da superexposição assustaram a atriz durante um bom tempo

Suzana Alves revela que tinha pânico de TV por causa da Tiazinha
Foto: Graça Paes/ ZappNews

Diogo Cavalcante
i

Diogo Cavalcante

Jornalista diplomado, Diogo Cavalcante tem experiência na cobertura de Cidades e Entretenimento. Apaixonado por televisão, se dedica a escrever sobre o assunto desde 2013.

Twitter: @diogo_cc

Publicado em 16/05/2019 às 05:30:00

Suzana Alves está de volta às novelas com “Topíssima”, novidade da Record que estreia próxima terça-feira (21). Marcada no imaginário popular como a Tiazinha, a atriz de 40 anos revela que se afastou da televisão por um tempo por causa das lembranças da época que vivia a personagem sensual. Não que ela se arrependa de ter interpretado, mas a exposição que viveu foi tão pesada a ponto de Suzana ficar em “pânico” com a possibilidade de tudo voltar.

“A TV não me fazia falta, pelo contrário, me dava um certo pânico por tanta exposição que tive. Só que engravidei e tudo isso que eu achava caiu por terra. Vi que o problema não era o veículo, e sim a exposição que vivi”, disse à reportagem durante a coletiva de imprensa promovida para a nova novela. “Eu tinha meus 18, 19 anos, estava naquele auge da pessoa se descobrir, saber o que quer fazer da vida, né? E de repente, eu não tinha chão. Associei isso à fama e corria contra”, explica a atriz, que dedicou-se ao teatro e cinema no período fora das telinhas.

A maternidade mudou completamente a vida de Suzana: “Quando me realizei como mãe, me senti segura. Deu uma vontade, do nada, de voltar à televisão e meu telefone tocou”. Era um convite para participar do “Dancing Brasil”. Na sequência, ela foi convidada para a minissérie “Lia” e, agora, faz parte do elenco de “Topíssima”.

Questionada se se incomoda com associações à Tiazinha, ela é direta: “Toda a minha história de vida fez sentido quando engravidei. Eu acho que tudo na vida acontece para o teu crescimento pessoal. Não posso, jamais, cuspir no prato que comi ou me arrepender de algo. As escolhas que fiz determinaram quem sou hoje, então não tem como não ser grata”, afirma.

Susana na época da Tiazinha e nesta quarta-feira (15), durante coletiva de "Topíssima"

Ciúme cômico

Em “Topíssima”, Suzana interpreta Inês, personagem que morre de ciúmes do marido Edevaldo (Eri Johnson). “Ela o vê como se fosse o Deus dela, a única coisa que existe”, diz, aos risos. O personagem faz a mulher acreditar que deixou de ser policial, mas continua trabalhando às escondidas, em uma missão secreta. “Como ela não sabe do que ele faz, acaba pensando que há outra na jogada. É muito ciumenta. E rola muito quiproquó por causa disso”, acrescenta.

Para entender melhor a atmosfera da Inês, a atriz entrevistou algumas mulheres que passam por situações semelhantes – marido que mente por causa da profissão. “Ela tem muito medo do marido morrer. Associa a profissão de policial ao risco de acabar a felicidade dela. É o drama de muitas”, conclui.

Escrita por Cristianne Fridman, “Topíssima” estreia dia 21, às 19h45, substituindo a reprise de “A Terra Prometida”.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!