Reportar erro
Memórias da Telinha

Há 15 anos, Silvio Santos estreava Topa ou Não Topa após copiar programa

Eu Compro o Seu Televisor, exibido dois anos antes, foi acusado pela Endemol de ser uma cópia

Silvio Santos no Topa ou Não Topa
Silvio Santos à frente do Topa ou Não Topa, em 2006 - Foto: Divulgação/SBT
Thiago Forato

Publicado em 14/08/2021 às 09:41:00

Em agosto de 2006, mais precisamente no dia 6, Silvio Santos lançava o Topa ou Não Topa, adquirido junto à Endemol. O formato foi criado em 2001 pelos holandeses e fez sucesso em mais de 80 países. No SBT, o game-show já havia ganhado uma versão "copiada", o Eu Compro o Seu Televisor.

Silvio resolveu adquirir o original dois anos depois e não demorou muito para se encantar pela atração. Passou o primeiro final de semana de agosto gravando o game e resolveu antecipar a estreia, que seria numa quarta-feira, para o domingo. O objetivo era barrar a estreia de O Aprendiz 3, sob o comando de Roberto Justus.

A avant-première do Topa ou Não Topa registrou 15 pontos de média e pico de 19 ante 8 de Justus. O Fantástico nadou de braçada na liderança. Pouco mais de uma semana depois, Silvio remanejou o programa para as quartas-feiras e mais do que dobrou a audiência do horário. Na nova faixa, ficou em segundo lugar com 17 pontos e picos de 20, contra 7 da Record e 35 da Globo.

Topa ou Não Topa e a versão "pirateada" pelo SBT

Há 15 anos, Silvio Santos estreava Topa ou Não Topa após copiar programa

Quando Silvio Santos se "inspirou" no Topa ou Não Topa para criar o Eu Compro Seu Televisor, a briga com a Endemol sobre o plágio do Big Brother Brasil estava longe do fim. A Justiça só bateria o martelo que a Casa dos Artistas foi uma cópia do reality em 2015. Mas, em 2004, ficou igualmente furiosa com o novo game do SBT.

Na Justiça, no entanto, o pedido de liminar dos holandeses para tirar o game-show foi negado. O Eu Compro o Seu Televisor saiu do ar pelos baixos índices de audiência e pela ausência de patrocínio. A atração só faturava com os intervalos comerciais.

O formato do game consiste no jogador escolher uma maleta entre 26 com valores que vão de 50 centavos (1 real no revival lançado em 2019) a 1 milhão de reais. Ao longo do programa, ele recebe várias propostas do banqueiro/tesoureira para desistir.

Os apresentadores e as mudanças da versão 2019

imagem-texto

Silvio Santos esteve à frente do programa até abril de 2007 e chegou a dar R$ 1 milhão para Paulo, que foi um dos contemplados pelas mãos do Homem do Baú ao ficar milionário. O Topa ou Não Topa seria ressuscitado em 2010, com contratação de Roberto Justus um ano antes. Desta vez, sem distribuir o prêmio máximo e ficando no ar até 2011.

Em 2019, o programa voltou sob o comando de Patrícia Abravanel, mas com algumas mudanças. Ao invés do tradicional banqueiro, surgiu a tesoureira. Além disso, em meio à crise econômica, o SBT resolveu rifar as maletas gordas como as de R$ 500 mil e R$ 750 mil.

Por conta da pandemia, o programa acabou suspenso no ano passado e até agora seu retorno não foi cogitado pela emissora.



Mais Notícias