Reportar erro
Sonho

Neto reafirma sonho em ser presidente do Corinthians: "Depende do que a Band vai pensar"

Apresentador explicou que tem contrato com a emissora até 2026

Neto no programa Os Donos da Bola
Neto vai lutar para ser presidente do Corinthians - Foto: Reprodução/Band
Redação NT

Publicado em 13/08/2021 às 14:50:00

Neto reafirmou que tem interesse em ser candidato à presidência do Corinthians em 2023, mas deixou claro que isso ocorrerá apenas após conversar com a Band. Durante Os Donos da Bola desta sexta-feira (13), o apresentador explicou que tem contrato com a emissora até 2026 e por isso sua participação na eleição presidencial do clube alvinegro depende do canal do Morumbi.

“Eu tava falando em relação a 2023 para me candidatar à presidência do Corinthians e é uma coisa que tô pensando sério, mas aí depende do que a Band vai pensar. Eu tenho contrato aqui na Band até 2026 se eu não tiver errado e aí a Band pensa nisso junto comigo”, falou o ex-jogador.

Após relatar que deseja ser presidente do clube paulista, Neto usou um tom de brincadeira para afirmar que todos os jogos da equipe alvinegra seriam exibidas na emissora do Morumbi após o fim do contrato de exclusividade com a Globo.

“Eu vou ser presidente do Corinthians e aí só tem jogo do Corinthians aqui na Band. Tiro da Globo, tiro da outra, tiro da outra, já faço a parceria com a Band. ‘Nóis Curintia’ aqui dando 30 pontos, hein seu Johnny [Saad]?”, divertiu-se o apresentador, em referência ao dono da emissora.

Neto voltou a falar deste assunto depois de mostrar um trecho da sua entrevista ao canal do YouTube PodPah. O comunicador esteve na atração na noite dessa quinta (12) e contou muitas histórias de quando era jogador.

Neto fala de plano para 2023

Além de receber autorização da Band para ser candidato a presidência do Corinthians em 2023, Neto também tem buscado ampliar o número de votantes no clube no qual é ídolo. O apresentador relatou que seu grupo quer que sócios torcedores tenham direito a voto.

“A gente tá tentando mudar que não seja só o curral participe dos votos, que seja também para o Fiel Torcedor tenha o direito de votar, porque não pode mais ser coronelismo”, afirmou.



Mais Notícias