Reportar erro
Ativo

Quem é Leandro Cipoloni, o homem-chave da CNN Brasil

Profissional é conhecido pela agilidade e grande participação

Leonardo Cipoloni é vice-presidente da CNN Brasil
Leonardo Cipoloni é vice-presidente da CNN Brasil - Foto: Divulgação/CNN Brasil
Naian Lucas, com Sandro Nascimento

Publicado em 05/08/2021 às 07:19:00

Com 24 anos de jornalismo, Leandro Cipoloni, vice-presidente da CNN Brasil, se tornou peça-chave na rotina do canal de notícias, sendo, na avaliação de colegas da redação, o novo homem poderoso dos bastidores, após a saída de Douglas Tavaloro. Cipoloni vem participando de decisões importantes nos rumos e na abordagem editorial da CNN no país.

Leandro Cipoloni é quem define e discute como os telejornais devem ser levados ao ar, aprovando pautas e conversando com os profissionais envolvidos nas produções. Formado na Fundação Cásper Líbero, ele também vem se destacando por suas articulações institucionais e se tornou conhecido por seu jeito de gerência ativa e criativa na CNN. O VP responde diretamente a Renata Afonso, CEO do canal.

À convite de Douglas Tavolaro, Cipoloni se transferiu para a CNN Brasil em 2019 e participou da fundação do canal. Antes, trabalhou durante 15 anos na Record como diretor de jornalismo de todo o conglomerado – isso inclui o portal R7 – e foi responsável por levar a empresa a ganhar o primeiro prêmio Esso, em 2005. Na Record, também esteve à frente da estrutura técnica e operacional dos noticiários ao vivo no Brasil e no exterior.

No núcleo investigativo da Record, ele foi responsável por matérias que fizeram Ricardo Teixeira renunciar à presidência da CBF. Também mostrou detalhes do esquema de corrupção do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.

Antes de fechar contrato com o canal do bispo Edir Macedo, Cipoloni se destacou como repórter e editor político no Grupo Estado e no Jornal da Tarde. Em O Estado de São Paulo foi o local oonde ele se especializou em jornalismo investigativo.

Nas redes sociais, o executivo utiliza o Twitter para fazer comentários em textos de outros usuários. Ele também curte publicações de colegas de trabalho, como Daniela Lima, André Rizek e Roberta Russo. Coincidentemente, boa parte é sobre vacinação e ele se mostra favorável que as pessoas sejam imunizadas. Em outubro de 2019, é ele que aparece ao lado de Reinaldo Gottino na chegada do jornalista na redação do canal.

Em junho deste ano, curtiu mensagem de Andreia Sadi, da GloboNews, criticando o presidente Jair Bolsonaro. “Inacreditável e inaceitável mais um ataque do presidente Bolsonaro à imprensa. Minha solidariedade aos colegas que foram alvos, hoje. Ataque a um colega é ataque à liberdade de imprensa, à democracia. Nunca demais- e cada vez mais necessário- lembrar o óbvio: ‘cala boca já morreu’”, diz o texto feito pela jornalista.

O executivo da CNN Brasil também é fã de futebol e já fez provocações ao apresentador Reinaldo Gottino, que é palmeirense. O executivo torce para o São Paulo e curtiu publicações do jornalista César Filho sobre o tricolor paulista.

 

Quem é Leandro Cipoloni, o homem-chave da CNN Brasil

Leandro Cipoloni e a vida fora da CNN Brasil

Se Cipoloni é elétrico na vida profissional, na pessoal ele indica ser mais tranquilo e procura relaxar com a família. O executivo tem as redes sociais restrita apenas aos amigos íntimos e familiares, mas sua namorada – a jornalista Gabriela França, da Record – adora compartilhar a vida deles no Instagram e Facebook.

Uma das paixões de Cipoloni é cachorro. Recentemente, ele foi flagrado pela namorada abraçando um animalzinho e olhando para a câmera usando máscara de proteção. Eles também trocam juras de amor pela internet, como ocorreu em abril deste ano. “Eu amo você!”, escreveu França.

Ariano, Leandro Cipolini gosta de viajar, mas freou esse prazer na pandemia. Ou pelo menos evitou mostrar na web. Antes do mundo enfrentar a crise sanitária, Gabi e o executivo da CNN Brasil viajaram para a Argentina – a primeira viagem do casal – e foi relembrada pela repórter.

 

[INSTAGRAM CQo0GFyM383

Mais Notícias