Reportar erro
Corrida eleitoral

Datena confirma intenção de concorrer às eleições: "Meu foco é o senado"

Apresentador falou ao vivo sobre sua candidatura ao pleito de 2022

Datena durante o Brasil Urgente com o polegar levantado
Datena confirma intenção de concorrer às eleições - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 06/07/2021 às 18:45:00

Durante o Melhor da Tarde desta terça-feira (6), José Luiz Datena confirmou a intenção de concorrer nas eleições de 2022. Em bate-papo com Cátia Fonseca, o apresentador acabou falando sobre sua candidatura e explicou a que cargo pretende ocupar, caso vença o próximo pleito. Dessa vez, o jornalista quer se candidatar a uma vaga para senador pelo estado de São Paulo. A conversa começou quando Cátia o chamou de presidente ao vivo.

"Não, disseram isso, né? Eu me filiei ao partido, ao PSL, e tem projetos aí do partido. Meu foco continua sendo o Senado, eu sempre disse para todo mundo que o meu foco é o Senado. Mas o Tancredo dizia que política é destino, né? Mas meu foco... Eu acho que você querer adiantar qualquer coisa agora é precipitado. Estamos no meio de uma pandemia, falar de eleição agora é precipitado. Mas...", disse o apresentador.

O apresentador deixou o MDB para se filiar ao PSL e ser a tal da "terceira via" em 2022, conforme noticiou o deputado federal Luciano Bivar (PSL), que enviou uma nota à coluna de Igor Gadelha no Metrópoles. "O Datena está se filiando ao PSL. Ontem, ele já comunicou aos amigos para transmitir sua filiação ao partido. Disse que já se considera filiado ao PSL", pontuou ele. A filiação foi acertada em 28 de junho.

O acordo foi costurado entre o apresentador da Band, além do próprio Luciano Bivar e o deputado Baleia Rossi (SP), que assim como Datena, também é de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. O encontro ainda contou com o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (sem partido), e do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP).

A vida política de Datena

No ano passado, Datena estava em um impasse se concorreria a um cargo como prefeito de São Paulo. O jornalista havia dito a Leo Dias em 11 de junho de 2020 que seria candidato à prefeito, horas antes do Brasil Urgente entrar no ar.

"Tenho duas propostas, uma bem clara, de ser candidato a vice, praticamente mais ou menos acordada, e tem a probabilidade de eu ser candidato a prefeito pelo MDB. Agora, eu estou vendo tanta bandalheira no meio dessa pandemia que estou pensando se eu saio candidato a alguma coisa mesmo", afirmou.



Mais Notícias