Reportar erro
Cerco ao matador

Caso Lázaro: Equipe da Band encara tiros e Datena alerta sobre refém

Repórteres ficam perto do serial killer em cobertura televisiva

Polícia invade uma chácara em busca de Lázaro Barbosa
Equipe da Band faz cobertura do caso Lázaro Barbosa - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 19/06/2021 às 17:53:00,
atualizado em 19/06/2021 às 17:53:48

Durante o Brasil Urgente deste sábado (19), a equipe da Band registrou momentos de tiroteio e gritaria em localidade em Goiás onde Lázaro Barbosa, o serial killer procurado pela polícia, se esconde. Os repórteres do programa de Datena que estão na área de buscas ouviram tiros e uma mulher gritando. Os oficiais correram rapidamente para chácara de onde os profissionais ouviram a confusão.

"Uma mulher começou a gritar. Policiais estão se aproximando desta casa. Imediatamente depois dos gritos e troca de tiros o bandido teria corrido pro meio da mata. Um grupo de policiais foi pro meio da mata. Outra sequência de tiros foi ouvida momentaneamente, então pelo menos três trocas de tiros. Parte da Polícia vai invadir a casa. Tem que ter muita tranquilidade porque pode ter gente refém", narrou José Luiz Datena.

"Nesse momento, é interessantíssimo acompanhar o trabalho de inteligência da polícia porque pelo menos três homens abrem a janela. e apontam as armas. Nesse momento, outros dois homens ficam próximos à viatura na contenção, por isso, até agora é o trabalho mais tenso do dia. Estava tudo muito calmo até agora e a polícia insistir nessa região, pelo jeito, o Lázaro está próximo", afirmou Felipe Garraffa, um dos repórteres que está no local.

Veja a cobertura da Band no caso Lázaro neste sábado: 

Internautas criticaram Datena por incitar os repórteres, que estão fazendo cobertura do caso Lázaro Barbosa, a seguirem os passos da polícia e ficarem na linha de frente da caçada ao serial killer. Em vários momentos, o apresentador pedia para Felipe Garraffa, o jornalista especial da Band, a ficar no encalço da viatura para não perder nenhuma imagem do caso e uma possível prisão do criminoso.

Mesmo quando a noite caiu e o breu tomou conta da mata em que Lázaro era procurado, os repórteres também seguiam por estradas escuras e perigosas. O NaTelinha entrou em contato com a Band para posicionamento sobre o caso, mas a emissora ainda não respondeu. Nas redes sociais, internautas comentaram a posição de Datena numa suposta exposição dos funcionários da Band no caso.

"A repórter do Datena perdida no mato procurando o Lázaro, aí os companheiros da Band vai salvar ela andando em 20km, o Datena zuando (sic)", escreveu um internauta.

"Datena mandando a repórter entrar na chácara onde, segundo o próprio, o tal Lázaro mantém uma família refém. Ou é irresponsabilidade demais ou esse caso é uma suposta fraude pra render audiência", disse uma telespectadora. "Datena querendo que a repórter saia do carro pra falar com ele. Ele quer jogar ela na mira do Lázaro", contou outro seguidor.

 

Band e Record brigam por cobertura do caso Lázaro

Nesta quinta-feira (17), emissoras intensificaram a cobertura da procura ao serial killer Lázaro Barbosa em Goiás. O Brasil Urgente e o Cidade Alerta foram os principais noticiários vespertinos que registraram momentos da polícia no encalço do criminoso. A todo momento, ambos os canais tentavam fisgar os telespectadores com informações novas sobre o caso. Em mais um dia de buscas, policiais acharam rastros do matador e muitos disparos de arma de fogo foram ouvidos.



Mais Notícias