Reportar erro
No front

Datena é criticado por internautas por exposição de repórteres no caso Lázaro

Jornalistas do Brasil Urgente ficam no encalço para registrar melhores imagens

Datena durante o Brasil Urgente; Lázaro Barbosa na polícia; Felipe Garraffa durante cobertura, segurando microfone
Datena é alvo de criticas na cobertura do caso Lazaro - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 18/06/2021 às 20:01:00,
atualizado em 18/06/2021 às 20:49:24

Enquanto o Brasil Urgente desta sexta-feira (18) estava no ar, internautas criticaram José Luiz Datena por incitar os repórteres, que estão fazendo cobertura do caso Lázaro Barbosa, a seguirem os passos da polícia e ficarem na linha de frente da caçada ao serial killer. Em vários momentos, o apresentador pedia para Felipe Garraffa, o jornalista especial da Band, a ficar no encalço da viatura para não perder nenhuma imagem do caso e uma possível prisão do criminoso.

Mesmo quando a noite caiu e o breu tomou conta da mata em que Lázaro era procurado, os repórteres também seguiam por estradas escuras e perigosas. O NaTelinha entrou em contato com a Band para posicionamento sobre o caso, mas a emissora ainda não respondeu. Nas redes sociais, internautas comentaram a posição de Datena numa suposta exposição dos funcionários da Band no caso.

"A repórter do Datena perdida no mato procurando o Lázaro, aí os companheiros da Band vai salvar ela andando em 20km, o Datena zuando (sic)", escreveu um internauta.

"Datena mandando a repórter entrar na chácara onde, segundo o próprio, o tal Lázaro mantém uma família refém. Ou é irresponsabilidade demais ou esse caso é uma suposta fraude pra render audiência", disse uma telespectadora. "Datena querendo que a repórter saia do carro pra falar com ele. Ele quer jogar ela na mira do Lázaro", contou outro seguidor.

Band e Record brigam por cobertura do caso Lázaro

Nesta quinta-feira (17), emissoras intensificaram a cobertura da procura ao serial killer Lázaro Barbosa em Goiás. O Brasil Urgente e o Cidade Alerta foram os principais noticiários vespertinos que registraram momentos da polícia no encalço do criminoso. A todo momento, ambos os canais tentavam fisgar os telespectadores com informações novas sobre o caso. Em mais um dia de buscas, policiais acharam rastros do matador e muitos disparos de arma de fogo foram ouvidos.

O Brasil Urgente deslocou Felipe Garraffa, o repórter especial do programa, para acompanhar o trabalho das autoridades locais no Centro-Oeste brasileiro. A equipe da Band ficou no encalço da polícia e bem próximos dos conflitos em vários momentos.

Munidos de colete a prova de balas, conseguiram arrancar informações de policiais, mesmo os oficiais não sendo autorizados a dar entrevistas. Durante o programa, o Brasil Urgente mostrou o momento em que helicópteros davam apoio a outros policiais, próximos ao ribeirão dos Macacos, onde foram ouvidos vários tiros no meio da tarde. Segundo autoridades locais, Lázaro havia passado pelo local minutos antes.

 



Mais Notícias