Reportar erro
Colegas da Band

Cátia diz que já caiu em armação de Datena: "Narrei helicóptero com a boca cheia"

Em entrevista ao NaTelinha, apresentadora comenta amizade com titular do Brasil Urgente

Cátia Fonseca conversa com José Luiz Datena no Brasil Urgente
Cátia Fonseca conversa com José Luiz Datena no Brasil Urgente - Foto: Reprodução/Band
Paulo Pacheco

Publicado em 07/10/2020 às 05:00:01

Cátia Fonseca e José Luiz Datena formam uma das duplas mais interessantes da TV brasileira atualmente. No bate-papo informal com a apresentadora do Melhor da Tarde, chamado por eles de "papo de janela", o titular do Brasil Urgente já "entregou" à colega possíveis contratações da Band e anunciou a desistência de sua candidatura a prefeito de São Paulo.

Como dois apresentadores de personalidades e programas tão diferentes conseguiram ser indispensáveis para a emissora? Para Cátia, o segredo está na espontaneidade. Sem ensaiar, ela passa o bastão da programação ao jornalista com uma conversa leve e descontraída, de fofoca a política. A transição do Melhor da Tarde para o Brasil Urgente, inclusive, já tem atraído patrocinadores.

"Grandes marcas já vieram atrás, e nós fazemos ações conjuntas. Quando você imaginou juntar um programa de entretenimento e um noticiário policial para fazer merchan? Porque é natural, não forçamos nada", explica a apresentadora em entrevista exclusiva ao NaTelinha.

A proximidade com Datena é de longa data. Há 20 anos, quando os dois trabalhavam na Record, ela entregava o horário do Note e Anote para o apresentador do Cidade Alerta. O "papo de janela" tornou os colegas de emissora em amigos a ponto de compartilharem receitas e momentos íntimos.

"Isso fortaleceu demais a nossa amizade com o Datena. Éramos colegas e hoje somos amigos, de ligar um para o outro", conta Rodrigo Riccó, marido de Cátia e diretor do Melhor da Tarde. "A Cátia manda comida para a Matilde [mulher de Datena], ele liga, faz FaceTime mostrando que estão comendo", confidencia.

"No dia da picanha recheada, ela falou que tinha que fazer um FaceTime para mostrar que tinha preparado o jantar", comenta Cátia.

Cátia Fonseca cai em armação de Datena: \"Narrei helicóptero com a boca cheia\"
José Luiz Datena conversa com Cátia Fonseca no Brasil Urgente - Foto: Reprodução/Band

Datena já pregou peça em Cátia Fonseca

A intimidade também rendeu momentos embaraçosos. Cátia relembra o dia em que foi pega de surpresa quando o amigo lhe pediu para falar enquanto estava saboreando uma receita do Melhor da Tarde.

"Há dias em que ele a espera botar uma colherada na boca e fala assim: 'Narra aí a subida do helicóptero!'", diz Riccó. "Eu dei tchau para o 'vizinho', mordi o negócio e ele falou: 'Cátia, Cátia, narra aí a subida do helicóptero!', e eu não podia cuspir porque ainda estava no ar", conta a apresentadora, aos risos.

No ar há dois anos e meio, o Melhor da Tarde colocou a Band na guerra de audiência das tardes. Exceto a Globo, todas as principais redes abertas apostam em fofocas, notícias, receitas ou comportamento feminino. "Cada emissora tem o seu público e o seu jeito de falar com ele. Demoramos oito meses para descobrir isso", revela Cátia.

"Mais de 50% do público na primeira hora do programa é masculino. Levamos um tempo para entender, mas ao mesmo tempo trouxe clientes novos que não sabiam disso. O Melhor da Tarde não é um programa feminino hoje, é de entretenimento, para segurar o público do Neto", explica o diretor da atração, que nega rivalidade com Mulheres, A Tarde É Sua e outros concorrentes.

"O pessoal adora inventar guerra entre a gente", diz Riccó. "Não existe", reforça Cátia.

Mais Notícias