Reportar erro
Exclusivo

Aqui na Band debate conservadorismo com apoiadores de Bolsonaro e revolta direção

Diretor executivo de jornalismo pediu ações rígidas da alta cúpula após novo episódio

Programa Aqui na Band
Aqui na Band falou sobre conservadorismo - Foto: Reprodução/Twitter
Naian Lucas, com Gabriel Vaquer

Publicado em 23/06/2020 às 15:37:00

O Aqui na Band voltou a causar polêmica nesta terça-feira (23) ao abordar o tema conservadorismo e convidar o jornalista Allan dos Santos e o escritor e analista político Flávio Morgenstern, que são apoiadores do governo Bolsonaro. Diretor executivo de jornalismo da emissora, Rodolfo Schneider não gostou da proposta do programa e voltou a reclamar com a alta cúpula do canal.

Segundo apurou o NaTelinha, Schneider teria demonstrado irritação ao saber que o dono do site Terça Livre, um dos principais alvos do STF (Supremo Tribunal Federal) no inquérito das Fake News, era um dos convidados e pela forma que o assunto conservadorismo foi tratado. Ele teria pedido ações rígidas com a produção do Aqui na Band.

A alegação usada por Rodolfo é que o trabalho desenvolvido pelo programa de entretenimento está atrapalhando o jornalismo do Grupo Bandeirantes, porque passa a sensação que a empresa e seus profissionais compactuam com as opiniões de pessoas que supostamente propagam fake news nas redes sociais.

Diretor nacional de jornalismo da Band, Fernando Mitre praticamente externou o imbróglio em seu Twitter na tarde de hoje. "A programação diária do jornalismo da Band aberta, sob a minha direção e de Rodolfo Schnneider, é ampla: Primeiro Jornal, Bora SP, Bora Brasil, Brasil Urgente, Jornal da Band, Band Notícias, Jornal da Noite. (Respondendo a muitos)", escreveu ele.

Procurada, a assessoria de comunicação da Band não comentou o assunto. Caso haja uma resposta, a reportagem será atualizada.

Não é a primeira vez que ocorre conflito entre a equipe do Aqui na Band com o deportamento de jornalismo. No dia 11 de maio, o matinal debateu se o atentado praticado por Adélio Bispo contra Jair Bolsonaro, em 2018, foi uma ação individual ou se houve um mandante para assassinar o então candidato à presidência da República e deu o que falar nos bastidores.

Desde a saída de Silvia Poppovic, o Aqui na Band tem investido em pautas pró-Bolsonaro. Por sinal, nesta terça, Luís Ernesto Lacombe se assumiu conservador e foi elogiado nas redes sociais pelos eleitores do atual presidente.

“Já me declarei diversas vezes conservador, não tenho nenhum problema em falar isso. Eu sou jornalista em um programa de entretenimento. Por isso não tenho nenhum problema em me assumir conservador, não tenho problema nenhum quanto a isso. Me tornei conservador e estudo sobre o assunto”, declarou o apresentador.

Edição do Aqui na Band

No programa desta terça-feira, Allan dos Santos explicou que a “onda conservadora” é um “reencontro do brasileiro com o conservadorismo”. Ele citou que o filósofo Olavo de Carvalho foi fundamental para que ocorresse esse processo de crescimento.

Alexandre Garcia, que também foi um dos convidados, declarou que o conservadorismo sempre existiu. “Temos mais de uma posição. Isso é bom, isso é ótimo, isso é democracia. E democracia é a vontade da maioria”, disse o jornalista.

Como tem sido na maioria das vezes, não houve um convidado para dar um contraponto no debate, fato que tem irritado a direção de jornalismo da Band, principalmente Rodolfo Schneider e  Fernando Mitre.

Band e Jair Bolsonaro

As acusações de que a Band é defensora do presidente Jair Bolsonaro são antigas e aumentou por causa do Aqui na Band. Nos últimos meses, a relação de ambas as partes passou por altos e baixos.

Um dos baixos ocorreu depois que foi exibida a reunião ministerial em que o presidente da Caixa Federal, Pedro Duarte Guimarães, afirmou que “gente da Band” pediu dinheiro ao banco. José Luiz Datena se revoltou e detonou o executivo. “Me recuso a fazer qualquer comercial da Caixa e desse Governo”, disparou o apresentador em maio.

Contudo, na última segunda-feira (22), Bolsonaro participou da inauguração do AgroMais, canal pago do Grupo Bandeirantes que irá se dedicar para falar do universo do agronegócio do Brasil.

Mais Notícias