Reportar erro
Inusitado

Mulher aborda repórter da Globo ao vivo e dispara: "Você é lindo"

Bernardo Bortolotto foi elogiado no Jornal Hoje

Bernardo Bortolotto
Bernardo Bortolotto elogiado na Paulista - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 31/12/2019 às 16:35:00

Véspera de Ano Novo e o clima em todo mundo é de animação, tanto que o repórter Bernardo Bortolotto foi “vítima” dessa empolgação no Jornal Hoje, na Globo. Nesta terça-feira (31), o jornalista foi abordado por uma mulher que o desejou felicidades para chegada de 2020 e elogiou a beleza dele.

“Feliz Ano Novo, muita felicidade, muita paz, muito amor!”, disse a moça. “Muito obrigado! Pra você também”, respondeu de forma gentil o repórter. “Você é lindo”, gritou a mulher, passando a mão no ombro de Bernardo. Ele sorriu e agradeceu novamente.

“Tô começando bem já. Me despedindo bem. Deixa eu continuar aqui informando quem vai estar na Paulista”, continuou Bortolotto, explicando quais artistas vão se apresentar o Réveillon de São Paulo.

É o segundo dia consecutivo que o repórter se envolve em uma cena inusitada em jornais da Globo. Na última segunda-feira (30), Glória Vanique não resistiu ao ver uma gafe do colega ao errar o nome de uma estação de metrô de São Paulo. Aos risos, ela corrigiu o colega e lembrou que aquele foi o segundo erro do jornal.

Enquanto estava num link ao vivo, o repórter mostrava as novidades para os usuários do metrô que agora podem pagar a passagem através de cartão de crédito ou de débito. Ao finalizar a reportagem, Bernardo errou o nome do local e chamou a estação Tiradentes de Oriente.

Logo em seguida, a imagem retornou para os estúdios do Bom Dia São Paulo e bem que Glória Vanique tentou se manter concentrada e continuar a apresentação, mas ela não resistiu e caiu na risada. "Agora eu tive que rir. Depois da Natália em 2017, você me vem com expresso do Oriente?", brincou ela aos risos.

Bernardo Bortolotto na Globo

Bernardo Bortolotto trabalhou durante sete anos como repórter da RBS TV, afiliada da Globo no Rio Grande do Sul. Ele se transferiu para a capital paulista em setembro deste ano.

O jornalista participou de grandes coberturas, como o incêndio na boate Kiss de Santa Maria, em 2013. Também acompanhou militares gaúchos na missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU).

Em 2014, foi responsável por denunciar o abuso sexual que homens sofreram na infância por um ex-padre que comandou uma igreja durante quatro décadas. O religioso foi preso depois de policiais investigarem o caso.

Mais Notícias