Exclusivo

Alto preço e baixa audiência teriam motivado saída de Amaury Jr. da Band

Apresentador anunciou sua saída da Band nesta semana

Amaury Jr. com uma taça de champanhe nas mãos
Divulgação

Publicado em 01/02/2019 às 06:00:45 ,
atualizado em 01/02/2019 às 13:51:05

Por: Sandro Nascimento

Não ter conseguido entrar num entendimento com a diretoria da Band quanto ao valor cobrado na hora/exibição do patrocinador master do seu programa, teria contribuído na decisão de Amaury Jr. em não renovar seu contrato com a emissora para a temporada 2019.

O NaTelinha apurou que na tarde da última segunda-feira (28), o apresentador das festas da high society se reuniu com o diretor artístico da Band, Juca Silveira, tendo na pauta o acerto do novo vínculo, porém, buscando também atender algumas demandas da principal empresa que investia na atração.

Fontes do mercado relataram ao site que o patrocinador estaria pleiteado uma volumosa redução nos valores pagos à emissora para garantir sua permanência na nova temporada.

Além disso, na Band, Amaury Jr. comandava uma atração semanal aos sábados e conquistava uma audiência similar a da RedeTV!, onde a marca possuía uma exposição diária, ao mesmo tempo que o valor de patrocínio teria dobrado no novo canal. A tentativa de redução deste valor investido se tornou o principal entrevero na mesa de negociação entre o apresentador e a alta cúpula da Band.

No segundo semestre do último ano, Amaury já teria feito uma proposta de comandar uma atração diária no fim de noite da emissora, com o intuito de alcançar melhores resultados de faturamento, mas o projeto não avançou.

Sem entrar num acordo em torno do ajuste na hora/exibição do seu programa, Amaury Jr. então decidiu não renovar seu contrato e, publicamente, justificou a decisão dizendo que iria se dedicar a um projeto de um canal de streaming para brasileiros nos Estados Unidos. Não está descartada o retorno dele à sua antiga emissora, a RedeTV! , com uma atração diária.

Procurada pelo NaTelinha sobre as divergências comerciais, a assessoria de imprensa da Band diz que não ter renovado com o apresentador "foi em comum acordo entre a emissora e Amaury. Como Amaury disse, houve conversas até para que o programa fosse diário, mas ele não podia".

Sem o programa das noites de sábado, a Band perde seu terceiro grande patrocinador em 2019. No início do ano, a Igreja Universal deixou de alugar a faixa da madrugada e, em seguida, uma empresa não renovou seu patrocínio do matutino diário "Sempre Bem", que acabou migrando para os domingos do SBT.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!