Karine Teles

Madeleine de Pantanal relembra perrengues: "Já fracassei muito"

Atriz tem extensa carreira no cinema e teatro


Karine Teles sentada com mãos no queixo olhando para a câmera
Karine Teles está no auge da carreira, mas ela conta que nem sempre foi assim - Foto: Reprodução/Instagram

Karine Teles, a intérprete de Madeleine de Pantanal, está saboreando o sucesso com a novela das nove da Globo. No auge da carreira, a atriz de 43 anos de idade conta que nem sempre foi assim. "Eu já fracassei muito. Quantas vezes cancelamos espetáculo por falta de plateia, com elenco maquiado, operador de luz e som, todo mundo pronto", lamentou em entrevista concedida à Trip FM.

A atriz afirma que já fez peça para apenas duas pessoas assistindo na plateia. "Sou uma pessoa ferrada há tanto tempo que já neguei coisa que achava que não iria dar certo, mesmo precisando de dinheiro, mas no cinema eu dei muita sorte", recorda.

Ela já foi assistente pessoal de diretores, deu aulas de inglês e teve uma infância apertada financeira. "A gente morava num conjunto habitacional e meus amigos da escola não queriam ir na nossa casa. Teve uma vez que pedi para minha mãe para comprar uma calça de moda, mas ela não tinha dinheiro. Acabou comprando uma falsificada com uma amiga muambeira", emendou.

Questionada se ela voltará à novela Pantanal, esclareceu: "Não existe a possibilidade de ela não ter morrido. Já terminei de gravar faz um tempo e estou, inclusive, trabalhando em outro projeto".

Intérprete de Madeleine de Pantanal foi elogiada por diretor

imagem-texto

Com a performance na novela da Globo, a atriz ganhou vários elogios não só na internet e imprensa, mas também por parte dos próprios colegas. O diretor da trama, Thomaz Cividanes, se derreteu pela atriz e avisou que ela pode ser responsável por trazer uma estatueta do Oscar para o país.

"Devorei todos os filmes e produtos que essa mulher participou depois de vê-la em Bacurau. Os Últimos Dias de Gilda, pra mim, é o auge. Benzinho também. Manhãs de Setembro, então, outro espetáculo. Karine é uma força da natureza. Causa raiva na gente em Bacurau. Causa desconforto como madame em Que Horas Ela Volta. Causa perplexidade em Fala Comigo. Dá pena em Benzinho. Dá força em Os Últimos Dias de Gilda. Sério, é inacreditável. Ela é a única pessoa que me convence a ir desesperado assistir algo antes mesmo de ler uma sinopse. Não me importa a sinopse, aliás", disse.

Gentilmente, Karine Teles agradeceu o diretor: "Eita! Caramba! Emocionei aqui! Você é demais! Bora noix".

Karine Teles antes de Pantanal

Veterana atriz do teatro, Karine Teles fez inúmeras peças e filmes antes de surgir como a Madeleine de Pantanal. Na Globo, fez muitas participações especiais, mas em trabalhos inteiros, foram poucos, como em Justiça (2016), Filhos da Pátria (2017), Tempo de Amar (2017) e Malhação: Toda Forma de Amar (2019).

No cinema, interpretou Lolita Rodrigues em Hebe: A Estrela do Brasil (2019) e também teve grande notoriedade ao dar vida à Bárbara em Que Horas Ela Volta? (2015), com Regina Casé. A atriz conta com mais de uma dezena de filmes no currículo.

No teatro, está na ativa desde 1993. Ao longo da carreira, possui diversos reconhecimentos e premiações em festivais de cinema em todo o país.

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias