De volta ao começo

A Favorita: Saiba qual o final de Silveirinha

Mordomo troca de lado durante a novela e tem desfecho surpreendente no último capítulo


Ary Fontoura como Silveirinha em cena do último capítulo da novela A Favorita, em reprise na Globo
“Vá por mim: eu tenho muita experiência nesse ramo!”, dispara Silveirinha, disposto a repetir a história de Faísca e Espoleta no último capítulo de A Favorita - Foto: Reprodução/Globo

Em A Favorita, Silveirinha (Ary Fontoura) será um dos personagens centrais na guerra entre Flora (Patrícia Pillar) e Donatela (Claudia Raia). Ao longo da novela, em reprise no Vale a Pena Ver de Novo, na Globo, o ex-empresário da dupla Faísca e Espoleta troca de lado e, no último capítulo, ganha um desfecho surpreendente.

Nos próximos capítulos de A Favorita, Silveirinha se alia a Flora, o que dá fim à sua “amizade” com Donatela. Ao flagrar o mordomo com sua arquirrival, a dondoca trata de demiti-lo e acaba humilhada por ele, que não apenas revela todo o ódio que sente pela ex-patroa como também cospe na cara da perua.

Tendo Silveirinha como aliado, Flora consegue convencer a todos de que Donatela é a assassina de Marcelo (Flávio Tolezani). Só que a relação entre os comparsas muda no decorrer da trama. Isso porque o poder sobe à cabeça da loira quando ela consegue ocupar o lugar que era da inimiga, e a relação com o antigo amigo fica insustentável.

Humilhado frequentemente por Flora, Silveirinha vai se bandear para o lado de Donatela. Ele não conta à vilã quando descobre que a antiga chefe, dada como morta em um incidente na prisão, na verdade está viva. Ele vê na situação a chance de se aliar à morena para derrubar a mãe biológica de Lara (Mariana Ximenes).

Em A Favorita, Silveirinha retoma dias de empresário e tenta lançar novas Faísca e Espoleta

A Favorita: Saiba qual o final de Silveirinha

No fim de A Favorita, Silveirinha tem um final surpreendente. Após a prisão de Flora, ele aparece assistindo a um show de uma dupla sertaneja mirim, formada pelas irmãs Fátima e Lurdinha, de 10 e 12 anos. Elas cantam a música Vai Sofrer pra Lá, de Bruno e Marrone, e são aplaudidas pelo veterano empresário em um show humilde em Triunfo.

Na cena seguinte, Silveirinha se aproxima de um homem próximo às garotas. “O senhor que é o Seu Altino, pai das meninas? Parabéns! Muito prazer!”, inicia o mau-caráter. Ele pede licença para se sentar à mesa e elogia: “As meninas são ótimas! Dois talentos! Dois talentos na mesma família!”.

Ele então faz uma proposta: “Nunca pensou que essas meninas pudessem fazer uma carreira artística? Devia ter pensado! Sabe por quê? Porque elas são dois rouxinois, cantam divinamente, são bonitas, são carismáticas… Eu tenho certeza que, se essas meninas abraçassem a carreira artística, elas iam fazer um enorme sucesso”.

“Vá por mim: eu tenho muita experiência nesse ramo!”, dispara Silveirinha. Adiante, ele aparece tentando convencer as meninas a seguirem os mesmos passos de Faísca e Espoleta: “Sabe que vocês cantam muito bem? Uma dupla ótima! Vocês gostariam de ser ricas, famosas e comer muito algodão doce?”.

O NaTelinha divulga todos os dias os resumos dos capítulos, detalhes dos personagens, entrevistas exclusivas com o elenco e spoiler da novela A Favorita. Confira!

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias