Despedida precoce

Pantanal: Público se revolta com morte de Madeleine e protesta: "Erro grave"

A loira sofrerá um acidente previsto para ir ao ar neste fim de semana


Karine Teles de roupa branca com as mãos na cintura e expressão séria
Karine Teles ganhou destaque com sua Madeleine - João Miguel Júnior - TV Globo
Por Jéssica Alexandrino

Publicado em 19/05/2022 às 12:50:44,
atualizado em 19/05/2022 às 12:56:26

Os telespectadores de Pantanal não estão nada satisfeitos com o desfecho de Madeleine (Karine Teles). Em cenas previstas para ir ao ar a partir da próxima sexta-feira (21), a loira sofrerá um acidente de avião a caminho do Mato Grosso do Sul, em uma viagem para tentar retomar a relação com José Leôncio (Marcos Palmeira).

O fim trágico da dondoca está gerando protestos na web, já que a personagem ainda poderia render e Karine Teles é um dos grandes destaques da trama. "Bruno Luperi cometeu um erro grave ao manter a morte da Madeleine. Uma personagem que morre brigada com a irmã e o filho, sem qualquer chance de amadurecimento ou evolução. Castigada só porque a Itala Nandi pediu pra sair da novela em 1990. Mas Karine Teles não é a Ítala", pontuou Sérgio Santos.

"Abaixo-assinado para cancelar a morte da Madeleine em Pantanal", sugeriu Aline Ramos, ainda com esperanças de que o escritor responsável pela adaptação possa mudar de ideia. "Karine Teles foi extremamente mal aproveitada nessa novela. Uma atriz desse tamanho tinha cacife para humanizar Madeleine e cair na graça do público. Grande erro do Bruno Luperi não ter mudado o rumo da personagem", reclamou Lola.

Outra usuária do microblog identificada como Lorena compartilhou um tweet que detalhava a morte da personagem e deu sua opinião sobre o assunto. "Achei tão uó não mudarem isso.. Tinha muito espaço pra brincar com a Madeleine de volta no Pantanal e a relação dela com o Zé Leôncio", escreveu.

"Que ódio saber que Madeleine vai morrer, mesmo me irritando muito, queria que a personagem fosse mais desenvolvida. Karine Teles é uma atriz incrível e merecia ter mais espaço e uma reviravolta perfeita na novela, que pena que eles quiseram manter a versão original", lamentou Naina Silva. "Como a gente vai viver sem os surtos da Madeleine?? Porque a gente vai ficar sem Karine Teles", questionou o dono do perfil TAG Revista.

Já Abel, deu uma ideia para que Bruno Luperi desista de matar a personagem. "A Globo deveria fazer um acordo inédito com a Record e criar uma história onde Madeleine, depois de virar subcelebridade, entrou na edição da Fazenda", disse.

Pantanal: Público se revolta com morte de Madeleine e protesta: \"Erro grave\"Pantanal: Público se revolta com morte de Madeleine e protesta: \"Erro grave\"Pantanal: Público se revolta com morte de Madeleine e protesta: \"Erro grave\"Pantanal: Público se revolta com morte de Madeleine e protesta: \"Erro grave\"Pantanal: Público se revolta com morte de Madeleine e protesta: \"Erro grave\"Pantanal: Público se revolta com morte de Madeleine e protesta: \"Erro grave\"

Com morte de Madeleine, Pantanal perde chance de promover "virada" da personagem

Pantanal: Público se revolta com morte de Madeleine e protesta: \"Erro grave\"

Protagonista da primeira fase de Pantanal, Madeleine (Bruna Linzmeyer/Karine Teles) é uma personagem que perde força no decorrer da história. Foi assim em 1990, quando a trama foi ao ar na Manchete, e tem sido assim no remake da Globo. Mesmo coadjuvante, a intempestiva ricaça segue como uma das figuras mais interessantes do folhetim, servindo de bom contraponto ao núcleo rural. Infelizmente, ao que tudo indica, a dondoca não chega viva até o fim da novela.

O autor Bruno Luperi, que faz a adaptação do texto original escrito por seu avô, Benedito Ruy Barbosa, deve manter a trajetória de Madeleine como foi ao ar em 1990: a carioca parte para o Pantanal em busca do filho e morre em um acidente de avião. Só que essa não era a intenção do novelista para a personagem na sinopse da trama; foi, na verdade, a saída para um impasse com a atriz Ítala Nandi, que deu vida ao papel na primeira versão.

De acordo com o site Teledramaturgia e com o livro Novela, a Obra Aberta e Seus Problemas, do jornalista Fábio Costa, Benedito havia reservado uma transformação no perfil de Madeleine: ela sobreviveria à queda do avião no Pantanal e viveria um bom tempo perdida na região após ser salva pelo Velho do Rio (Cláudio Marzo na primeira novela; Osmar Prado agora), o que faria com que ela revisse as prioridades em sua vida.

Contudo, Madeleine acabou morrendo no acidente porque a intérprete, Ítala Nandi, pediu para sair da novela. Ela tinha intenção de se dedicar a um trabalho no cinema, e a morte da personagem foi a saída encontrada pelo autor para solucionar o impasse. O filme em que a atriz estava envolvida era Índia: O Caminho dos Deuses (1991), sobre lendas e tradições do país asiático. Em abril, Ítala relembrou o episódio em entrevista ao jornal Extra:

“Já fazia dois anos que eu havia mandado um roteiro para a embaixada da Índia no Brasil e aguardava a resposta. Acabou que meu pedido foi aceito e eu tinha que fazer meu documentário naquele ano. Deixei Pantanal para viajar e viver essa experiência que me modificou bastante. Foi a decisão mais difícil da minha vida. Foi duro demais. Estava amando fazer a novela. o Jayme Monjardim foi super compreensivo. Quem não compreendeu foi o autor, mas eu entendo ele também.”

A novela Pantanal está sendo escrita por Bruno Luperi e é baseada na obra original de Benedito Ruy Barbosa que foi exibida pela primeira vez na TV Manchete (1983 - 1999) em março de 1990. Na Globo, a direção artística é de Rogério Gomes, direção de Walter Carvalho, Davi Alves, Beta Richard, Cristiano Marques e Noa Bressane. A produção é de Luciana Monteiro e Andrea Kelly, e a direção de gênero é de José Luiz Villamarim.

NaTelinha divulga todos os dias os resumos dos capítulos, detalhes dos personagens, entrevistas exclusivas com o elenco e spoiler da novela Pantanal. Confira! 

 

 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias