Barraco

O Clone: Dona Jura chama Maysa para briga: "Eu te arrebento"

Comerciante vira uma fera após prisão injusta de Xande e promete descer porrada em perua


Daniela Escobar e Solange Couto em cena da novela O Clone, em reprise na Globo
Em O Clone, Maysa assiste de longe a barraco de Dona Jura na porta de sua casa - Foto: Reprodução/Globo

Em O Clone, Maysa (Daniela Escobar) vai ter que encarar a fúria de Dona Jura (Solange Couto). Nos próximos capítulos da novela, em reprise no Vale a Pena Ver de Novo, na Globo, a perua arma para que Xande (Marcello Novaes) seja preso, acusado de roubar um de seus colares. Certa de que o filho é inocente, a comerciante de São Cristóvão vai chamar a rival para a briga.

Nas próximas semanas de O Clone, Dona Jura vira uma fera ao saber que Xande foi preso. Ela pede que Miro (Raul Gazolla) a leve até a mansão dos Ferraz. Chegando lá, o rapaz tenta convencê-la a não arranjar confusão.

“A senhora não acha a gente ir para a delegacia antes?”, propõe Miro. “Se você quiser ir embora, pode ir. O que eu queria de você eu já tenho, que é estar aqui. Agora essa mulher vai ter que falar comigo e me encarar”, dispara Jura.

Da sacada, Maysa assiste à chegada da barraqueira à porta de sua casa. “É você que tá dizendo que meu filho é ladrão? Desce aqui para falar isso perto de mim! Desce daí se tu é mulher, vem cá!”, provoca a mãe de Xande.

Dalva (Neusa Borges) surge para tentar acalmar os ânimos da barraqueira. Já Maysa, longe da confusão, mas assistindo a tudo, se limita a comentar, horrorizada: “Que nível!”.

Em O Clone, Dona Jura promete surra em Maysa de levá-la para hospital

O Clone: Dona Jura chama Maysa para briga: \"Eu te arrebento\"

“Ela vai ter que dizer na minha cara, olhando no meu olho, que meu filho é ladrão”, grita Dona Jura, armando o maior barraco em frente à mansão. Ela vai em frente, distribuindo insultos: “Bem que eu falei para o meu filho não se misturar com esse tipo de gente. Você não tem moral para conviver com um filho que nem o meu”.

Farta da gritaria e morrendo de medo de apanhar, Maysa pede que Dalva chame os seguranças para levar a adversária embora. “Ôh Maysa, você não tá vendo que a mulher está nervosa?”, reage a governanta.

“Eu não tô nervosa coisa nenhuma! Quem vai ficar nervosa é essa perua aí!”, garante Jura. “Você ainda não me viu descer do morro, minha filha. Eu desço ele bonito, com uma lata d’água na cabeça, com a mão na cintura… Eu me espalho e ninguém me junta! Né brinquedo, não!”, promete a nova rival da madame.

Em seguida, os seguranças chegam para levar Dona Jura embora, mas não conseguem impedi-la de dar um último aviso, que faz Maysa tremer na base:

“Vou te avisar um negócio: eu vou, mas eu vou voltar! Não te peguei hoje, mas amanhã ou qualquer dia eu te arrebento. Tu vai ver só! O tempo que o meu filho ficar preso naquela delegacia, tu vai ficar no hospital que eu vou te botar. Quando eu prometo, eu cumpro. Promessa de Jura não é brinquedo, não! Mexe comigo, mas com meu filho, não!”

Mais Notícias