Causou polêmica

Andréa Beltrão se pronuncia sobre cena de masturbação: "Não tive constrangimento"

Na ficção, personagem preferiu isso a transar com o marido


Andréa Beltrão de óculos na pele de Rebeca
Andréa Beltrão é Rebeca na novela das nove - Foto: Divulgação/TV Globo

Vivendo Rebeca, mulher da faixa de 50 anos e que leva um casamento fadado ao fracasso em Um Lugar ao Sol, Andréa Beltrão falou sobre uma das cenas mais polêmicas da trama até então: quando sua personagem se masturbou, preferindo isso a transar com o próprio marido, Túlio (Daniel Dantas). "Não tive constrangimento", revelou ao jornal Extra desta segunda-feira (13).

Para ela, a repercussão foi "um bom combate". "Pessoas mandaram mensagem dizendo: 'que absurdo uma mulher se masturbando na hora do jantar'. Bom, a gente não escolha exatamente a hora que vai se masturbar, né? Cada mulher se masturba na hora que dá vontade", acredita.

De acordo com a atriz, ainda, o importante é poder falar sobre assuntos que são considerados tabus. Sobre a cena, garantiu que foi tratada com respeito, elegância e delicadeza. "Não tive constrangimento. É maravilhoso poder falar. Na pandemia, ficou visível a discussão dos fios brancos crescendo, não dava pra pintar cabelo, essas coisas que dão uma imagem 'lux luxo'", diz.

"O que esperam das mulheres? É melhor não esperar nada, porque só vamos fazer o que tivermos a fim. Esse é o melhor lugar, o da liberdade, de sermos honestos com nosso desejo. Lícia, uma mulher de 50 anos, aproveitando bem o momento para colocar esses assuntos", conta.

Andréa Beltrão é Rebeca em Um Lugar ao Sol

Na novela das nove, sua personagem se apaixonará por sua obstetra, que reencontrará na fase adulta. Andréa diz que nunca transou com mulher, mas faria isso caso tivesse vontade. "Transaria numa boa no dia em que me apaixonasse por uma. Já olhei e pensei: 'nossa, que mulher incrível!'. Mas, tenho muita fissura por homem", admite.

Se na ficção ela vive um casamento em tese monogâmico, mas com traições, e agora dos dois lados, na vida real, despista sobre monogamia e não sabe classificar se seu casamento com Maurício Frias é um deles. "Acho o maior barato relação aberta, mas não sou evoluída para esse lugar", diverte-se.

"O preço é alto. Já vivi vários tipos de casamento, mais abertos, mais neuróticos. Não tenho medo do que possa acontecer, porque está tudo aí, milhões de homens e mulheres interessantes e a gente não controla nada. Também acontece que, nesse ofício, a gente tem uma licença de estar com outro homem, outra mulher, beijar outras bocas. Claro, estou ali interpretando, mas a fantasia é bem alimentada", encerra.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias