Reportar erro
Exclusivo

Nos Tempos do Imperador: "Racismo reverso" causa estrago e Globo monta operação para salvar novela

A nova novela das seis horas enfrenta crise nos seus bastidores

Cenas de Nos Tempos do Imperador
Nos Tempos do Imperador enfrenta críticas sobre a história - Foto: Montagem NaTelinha
Sandro Nascimento

Publicado em 28/08/2021 às 07:00:00

O baixo Ibope e a polêmica envolvendo o “racismo reverso” na novela Nos Tempos do Imperador causaram um estrago não só na trama como em toda a Globo. Numa operação para salvar a nova novela das seis, a direção resolveu fazer reuniões para discutir estratégias e evitar erros que possam gerar debates e pior, inflame mais críticas contra a emissora. Nos Tempos do Imperador estreou toda gravada, o que dificulta o acerto do folhetim.

O NaTelinha apurou que o diretor de dramaturgia, José LuizVillamarim, que está há menos de um ano no cargo, pediu para a equipe da produção das 18h atenção para os próximos capítulos e se tiver que cortar cenas, é para cortar. Na última semana, a equipe de pesquisa de Nos Tempos Imperador também foi chamada para explicar os motivos de tantos erros históricos na trama de época.

“Foi péssimo. Pedimos muitas desculpas. Eu mesma quando vi a cena aqui em casa, falei: o que foi isso? Todos os capítulos que vão ao ar até o 24 foram escritos em 2018, gravados na ampla maioria em 2019”, explicou a autora Thereza Falcão sobre as críticas de “racismo reverso” exibido na novela.

As críticas nas redes sociais e o pedido de desculpas de uma das autoras da trama da Globo, também acendeu o debate sobre ter uma assessoria especializada em questões sociais e raciais nas produções.

Internamente, existe um constrangimento na Globo com os problemas de Nos Tempos do Imperador. A trama das seis marca o início de uma nova gestão na dramaturgia após a saída de Silvio de Abreu e sua equipe da Globo.  

Por conta da confusão e, principalmente, dos ataques na internet por outros erros da trama relacionados a história, a novela já perdeu audiência. De acordo com dados da Kantar Ibope da Grande São Paulo, obtidos pelo NaTelinha por terceiros, a novela de Thereza Falcão e Alessandro Marson marcou 19,7 pontos na primeira semana e 17,8 na segunda. Na última quarta-feira (25), Nos Tempos do Imperador teve recorde negativo com 14 de média. Sua antecessora no horário, a reprise de A Vida da Gente (2011), nunca marcou uma audiência tão baixa em um capítulo exibido.

Estratégias para salvar Nos Tempos do Imperador

Numa operação para salvar a novela, a Globo vai reforçar as chamadas na programação com um resumo das duas primeiras semanas, e fazer uma nova estratégia de divulgação com matérias e entrevistas do elenco nos programas da casas e na internet.

De acordo com fontes ouvidas, a direção não descarta cortar partes da trama para acelerar arcos dramáticos e reverter a queda no Ibope. A preocupação é não perder ainda mais os telespectadores já que ela foi totalmente gravada e, por isso, não tem como mudar o rumo da história.

Procurada, a Globo enviou a seguinte resposta: "A informação não procede, Nos Tempos do Imperador mantém a audiência das quatro novelas exibidas anteriormente (Espelho da Vida, Órfãos da Terra, e as reexibições de Novo Mundo e A Vida da Gente). Em São Paulo, a média de audiência das duas primeiras semanas de exibição da novela das seis é de 19 pontos de audiência e 32% de participação".