Reportar erro
Operação resgate

Globo cai no Ibope com Ti Ti Ti e canal cria estratégia para resolver problema

Folhetim tem o pior desempenho do Vale a Pena Ver de Novo nos últimos dois anos

Murilo Benício, Cláudia Raia e Alexandre Borges em cena da novela Ti Ti Ti
Ti Ti Ti não atinge bom Ibope no Vale a Pena Ver de Novo Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 04/05/2021 às 05:27:00

Ti Ti Ti (2010-2011) estreou no Vale a Pena Ver de Novo em março com muita expectativa por parte do público e também da Globo para manter os índices de Laços de Família (2000-2001). Porém, nos 25 primeiros capítulos, o desempenho do remake de Maria Adelaide Amaral está bem abaixo das suas últimas três antecessoras e a emissora intensificou as chamadas da trama ao longo da programação. O objetivo da direção do canal é fazer com que o folhetim consiga reagir no Ibope e consiga ter números mais expressivos.

De acordo com os dados da Kantar Ibope na Grande São Paulo obtidos pelo NaTelinha junto a fontes do mercado, entre os dias 29 de março e 30 de abril, o enredo está com uma média geral de 15,8 pontos. Laços de Família, nos 25 capítulos, estava com 18,8.

Essa diferença fica ainda maior quando é feita a comparação com Êta Mundo Bom (2016). A história escrita por Walcyr Carrasco, reexibida ao longo de 2020, conquistou nas cinco primeiras semanas de reexibição 19,9 pontos. Vale ressaltar que a trama das 18h alcançou o maior desempenho do Vale a Pena Ver de Novo desde Anjo Mau (1997), reprisada em 2003.

Nos 25 capítulos iniciais, Avenida Brasil (2012) obteve 17,3 de média. A menor diferença acabou sendo com Por Amor (1997-1998), que registrou 16,3 pontos em seu começo de reexibição. Ti Ti Ti só consegue ter resultado mais alto que Cordel Encantado (2011), que ficou com 14,5 nas primeiras semanas.

Para tentar melhorar a audiência da trama cômica, a Globo aumentou o número de chamadas relacionadas a novela. Neste primeiro momento, o canal tem tentado chamar a atenção do público com a história central, que gira em torno de Victor Valentim (Murilo Benício) e Jacques Leclair (Alexandre Borges).

Ti Ti Ti e sua escolha

Globo cai no Ibope com Ti Ti Ti e canal cria estratégia para resolver problema

Ti Ti Ti era uma das novelas mais pedidas para ser reexibida no Vale a Pena Ver de Novo, mas a escolha da produção não aconteceu apenas pelo apelo junto ao público. Como é de praxe, a Globo realizou diversas pesquisas e analisou o histórico da exibição original para bater o martelo e decretar o retorno da trama. O enredo também servirá como contraponto na programação, que tem duas novelas com temas mais sérios, como A Vida da Gente (2011-2012) e Malhação – Sonhos (2014-2015).

Conforme apurou o NaTelinha, qualquer decisão tomada pela Globo passa por uma série de pesquisas, como por exemplo, perfil do público no horário e o que a maioria dos telespectadores gostaria de rever na faixa. Em cima dos folhetins mais pedidos pelo público, a direção do canal observou seu desempenho de audiência na época da primeira exibição. A trama protagonizada por Murilo Benício e Alexandre Borges terminou com média geral de 29,6 pontos na Grande SP, obtendo o terceiro melhor desempenho da década passada, perdendo apenas para Cheias de Charme (30,0) e Morde & Assopra (30,0). Além disso, o alto desempenho nos índices se converteu em grande repercussão nas redes sociais.

Por conta de todos esses fatores, a expectativa da direção da Globo era que Ti Ti Ti conseguisse ter um desempenho que ficasse entre 17,0 e 18,0 pontos, até porque a história não foi um sucesso na sua primeira exibição e não um fenômeno. Porém, até o momento, há um caminho para atingir esse desempenho.

Ti Ti Ti e sua história

Globo cai no Ibope com Ti Ti Ti e canal cria estratégia para resolver problema

A trama é baseada na obra de Cassiano Gabus Mendes, Plumas e Paetês (1980) e Ti Ti Ti (1985). O enredo principal conta a história de Jacques Leclair e Victor Valentim, que duelam entre si para se destacarem no mundo da moda. Entretanto, seus nomes não são verdadeiros. Enquanto Jacques é o cafona e divertido André Spina, pai de quatro filhos, Victor é uma figura inventada por Ariclenes Martins. O último guarda um grande segredo sobre a responsável pelos seus desenhos de sucesso.

Na outra ponta, há o triângulo amoroso formado por Marcela (Isis Valverde), Edgar (Caio Castro) e Renato (Guilherme Winter). A mocinha é uma jovem batalhadora de Belo Horizonte, que engravida do seu namorado e é rejeitada pelo mesmo. Desiludida, viaja para São Paulo, acaba se envolvendo em uma grande confusão com a família de Osmar (Gustavo Leão), entrando em atrito com o irmão do seu melhor amigo.

Mais Notícias