Reportar erro
Pouca atenção

CNN é criticada por cobertura de ataque ao YouTube

cnn-youtube-atiradora-mat05042018_508fa83a13d4498457937c35f5d7aaf21e4a1e3e.jpeg
Reprodução
Eduardo Rangel

Publicado em 05/04/2018 às 20:14:04

Na tarde da última terça-feira (3), uma mulher invadiu a sede do YouTube na cidade americana de San Bruno atirando e deixou ao menos quatro feridos, sendo dois em estado grave. Logo depois, ela cometeu suicídio.

Na ocasião, emissoras jornalísticas em todo o mundo entraram em plantão com imagens ao vivo do local cobrir o que estava acontecendo. Menos a CNN, considerado o maior canal de notícias, que demorou cerca de 50 minutos para informar que estava ocorrendo um ataque armado nos Estados Unidos.

De acordo com o site The Hollywood Reporter, enquanto a CNN enfim mostrava o fato ao vivo, os jornalistas da casa especulavam sobre a mulher que tinha cometido tal barbaridade. Na ocasião, eles chegaram a comentar que a atiradora participava de um triângulo amoroso e essa era uma das possibilidades para que tenha invadido o YouTube.

Os críticos da televisão local comentaram que a cobertura empregada pelo canal foi muito superficial e que não deram a devida atenção ao caso.

TAGS: