Reportar erro
Recife

Sobrevivente de acidente com o Globocop tem piora e segue na UTI

Helicóptero caiu na orla de Recife no último dia 23 e matou duas pessoas

globocop_recife_ee407abaec13f86b2efd39a3ce9b70cf9d345f1c.jpeg
Reprodução
Redação NT

Publicado em 31/01/2018 às 19:21:57

O Operador de transmissão Miguel Brendo teve uma piora em seu estado de saúde no Hospital Restauração, onde está desde o acidente com o Globocop que matou duas pessoas na terça-feira da semana passada (23), em Recife.

Boletim médico divulgado nesta quarta (31) informa que o rapaz de 21 anos continua internado na UTI em estado grave. "Nas últimas 18 horas foi observada evolução não satisfatória do quadro neurológico, consequência do grande trauma sofrido", disse o hospital em nota divulgada à imprensa.

Filho de um dos sócios da empresa Helisae, que presta serviços há mais de 15 anos para a Globo no estado, Miguel Brendo sofreu múltiplos traumas pelo corpo, foi levado para o Restauração e passou por cirurgia no mesmo dia.

Na última quinta (26) passou por nova operação na cavidade abdominal para retirada de compressa e drenagem do tórax e apresentou melhora, mas agora piorou.

O helicóptero caiu na orla de Brasília Teimosa, Zona Sul de Recife. O acidente aconteceu minutos após uma transmissão ao vivo durante o "Bom Dia Pernambuco", telejornal local da emissora na faixa das 6h. Na hora do ocorrido, o tempo estava bastante chuvoso.

Dois dos três tripulantes à bordo morreram: o comandante Daniel Galvão e a 1ª sargento da Aeronáutica Lia Maria Abreu de Souza. A Globo emitiu nota lamentando o fato.

TAGS: