Reportar erro
Polêmica

Leão Lobo sugere relacionamento entre Geraldo Luís e namorada de Marcelo Rezende

Comentário foi reprovado por Mara Maravilha e Décio Piccinini

leaolobo_222e48a7e7a72ba5f3c09ede4e72817fbdcdc92e.jpeg
Reprodução/ SBT
Diego Falcão

Publicado em 02/10/2017 às 18:37:42

No programa "Fofocalizando" desta segunda-feira (2), os apresentadores relembraram a entrevista dos filhos de Marcelo Rezende para Roberto Cabrini, exibida no "Conexão Repórter" do último dia 24.

Leão Lobo, Décio Piccinini, Mara Maravilha e Mamma Bruschetta acreditaram nas verdades ditas por Diego Esteves e Patrícia Adriessen sobre o pai.

Na reportagem, Diego disse ser muito agradecido a Luciana Lacerda, namorada e quem cuidou de Rezende em seus últimos meses. Ele também garantiu que ela seria bem vinda na sua casa.

Leão Lobo sugere relacionamento entre Geraldo Luís e namorada de Marcelo Rezende

- Xuxa, Gugu, Luiz Bacci e Luciano Faccioli; relembre declarações polêmicas de Datena

- Datena diz que Xuxa está numa "decadência absoluta" e por isso confundiu tudo: "decepção"

Mara Maravilha rebateu Sonia Abrão sobre o teor da reportagem de Cabrini, que teria sido falsa, mas na visão dos âncoras do programa do SBT, os filhos foram verdadeiros. Mara ainda comentou a relação de Geraldo Luís com Lu Lacerda, afirmando que ele havia acolhido a namorada de Rezende em sua casa como amiga.

Neste momento, Leão Lobo fez um comentário sugerindo que Geraldo Luís pudesse ter algo com Luciana: "Não pode pintar uma coisa entre Luciana e o Geraldo?", sendo reprovado por Mara Maravilha: "Nossa, não, imagina, nada a ver" e Décio: "Um não faz o tipo do outro".

Luciana Lacerda rebate filhos de Marcelo Rezende

No programa "A Tarde é Sua", Luciana Lacerda fez um depoimento gravado e deu detalhes dos últimos momentos ao lado de Marcelo Rezende.

Ela rebateu a história contada pelos filhos do apresentador no "Conexão Repórter", de Roberto Cabrini, no SBT. Sobre o episódio da troca de fechaduras na mansão de Marcelo, disse que isso aconteceu sim e ela precisou ir para a casa de Geraldo Luís: "Fui obrigada a sair da casa dele. Quem me acolheu foi o Geraldo. Eles trocaram as fechaduras da parte interna da casa, no mesmo dia em que o Marcelo foi internado".

Também relatou que foi, sim, proibida de entrar no hospital em que Marcelo ficou em seus últimos dias, no Moriah, que é de propriedade da Igreja Universal. Lacerda precisou contar com a ajuda de Geraldo Luís e Luiz Bacci para ver o amado, que certa vez elogiou sua beleza mesmo tendo ido ao local de pijama. Rezende estava sempre com gente no quarto e não podia ficar a sós com ele, declarou ela.

"Eu me sinto sozinha. Falaram tanta coisa a meu respeito. Se ele estivesse aqui, ele daria um rumo, me defenderia", lamentou.

Relembre a trajetória de Marcelo Rezende

O jornalista revelou que estava com câncer em maio, no programa "Domingo Espetacular".

Ele era natural do Rio de Janeiro e se descobriu no jornalismo de maneira inusitada.

Aos 17 anos, matriculado num curso técnico de mecânica, foi visitar a redação do Jornal dos Sports com um primo que tabalhava lá. No local, se ofereceu para ajudar uma pessoa que datilografava uma relação de clubes. Este era o diretor do jornal, que convidou Marcelo para fazer um estágio, onde ficou até os 19 anos, quando foi dispensado pelo chefe.

Repleto de amizades, conseguiu uma recolocação na Rádio Globo e, em 1972, chegou ao jornal O Globo. A partir disso, só cresceu. Sete anos depois, foi convidado para a revista Placar, da editora Abril, onde permaneceu por oito anos e meio, cobrindo inclusive a Seleção Brasileira em duas Copas do Mundo.

Sua chegada à TV aconteceu em 1987, no departamento de esportes da Globo, cobrindo clubes do Rio e participando de transmissões de partidas.

Mais adiante, foi transferido para a editoria geral e teve seu instinto de repórter investigativo em sua primeira cobertura policial, do assassinato de um dos empresários mais ricos do Rio.

Rezende também participou de coberturas do "Rock in Rio" e do funeral de Ayrton Senna.

Luiz Bacci lembra uma semana da morte de Marcelo Rezende: "o legado é eterno"

Geraldo Luís publica vídeo com lembrança de Marcelo Rezende: "até um dia, amigo"

Depois, se destacou em reportagens investigativas, como a prisão dos sequestradores do empresário Roberto Medina, a busca ao paradeiro de PC Farias e a corrupção na Confederação Brasileira de Futebol.

Sua estreia como apresentador aconteceu em 1999, no "Linha Direta", da Globo, onde ficou apenas na primeira temporada do programa, que tinha o objetivo de combater a impunidade ao destacar casos que tivessem transitado e julgados na Justiça, fazendo grande sucesso.

Deixou a Globo em 2002, encerrando uma trajetória de 15 anos na casa, passando por "Globo Esporte", "Fantástico", "Globo Repórter" e "Jornal Nacional" como repórter.

Seguindo como apresentador, foi para a RedeTV! fazer jornalismo policial com o "Repórter Cidadão", de 2002 a 2004. Na sequência, teve sua primeira passagem pela RecordTV no "Cidade Alerta", que foi curta, de 2004 a 2005. Voltou para RedeTV!, onde foi âncora do "RedeTV! News" até 2008.

Em 2010, foi contratado pela Band e criou o "Tribunal na TV", que lembrava o "Linha Direta" pela dramatização dos casos, mas voltado ao ponto de vista do judiciário. No mesmo ano, foi recontratado pela RecordTV!, onde estava desde então.

Nesta sua segunda passagem pela emissora, foi repórter especial do "Domingo Espetacular", comandou o "Repórter Record" e desde 2012 era o titular do "Cidade Alerta", mudando o formato e apostando num tom mais leve, com brincadeiras e bordões, como "Corta pra mim" e "bota exclusivo, minha filha, dá trabalho pra fazer".

Marcelo Rezende deixa cinco filhos, todos de mulheres diferentes.

Marcelo Rezende faleceu aos 65 anos e deixou cinco filhos, todos de relações diferentes. Fez carreira na Globo, passou por RedeTV!, Band e Record TV, sua última casa, onde aprentava com grande sucesso o "Cidade Alerta", que segue no ar agora com Luiz Bacci.

Mais Notícias