Reportar erro
Fenômeno

30 anos de A Bela e a Fera: como o filme de animação mudou o cinema?

Produção ganhou o Globo de Ouro e recebeu indicação ao Oscar

Cena do filme A Bela e a Fera
A Bela e a Fera conquistou milhões de fãs - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 16/05/2021 às 10:00:14

A Bela e a Fera (1991) está completando 30 anos desde a sua estreia nos cinemas com o legado de ter mudado a história dos filmes de animação em todo o planeta. O musical e fantasia romântica era um sonho de Walt Disney, mas que só saiu do papel décadas depois por causa do sucesso de A Pequena Sereia (1989). O longa conseguiu receber uma indicação ao Oscar e venceu o Globo de Ouro na categoria Melhor Filme de Comédia ou Musical, fato considerado grandioso na época.

Em 1930, Walt Disney tentou adaptar a história em um filme de animação, mas não obteve sucesso. Ele tentou outra vez na década de 1950, porém, por causa dos custos elevados, optou por abortar a missão. A produtora só resolveu tirar o enredo do papel em 1989.

Na ocasião, A Pequena Sereia foi um estrondoso sucesso de bilheteria e mostrou a produtora que as animações poderiam render muito dinheiro. Foi daí que surgiu a ideia de realizar A Bela e a Fera. No início, a trama seria um conto de fadas não-musical, mas Jeffrey Katzenberg, presidente do conglomerado na época, ordenou seguir o formato de musical.

As ideias foram se desenvolvendo através da direção de Gary Trousdale e Kirk Wise, com roteiro de Linda Woolverton e história de Roger Allers. As composições das músicas foram feitas por Howard Ashman e Alan Menken, conquistando milhões de fãs ao redor do mundo.

O filme estreou em 29 de setembro de 1991 no Festival de Cinema de Nova Iorque e chegou aos cinemas em 22 de novembro do mesmo ano. Rapidamente, tornou-se uma febre em todo o planeta, arrecadando US$ 425.000.000, o melhor desempenho de bilheteria de um longa de animação da história até então.

Mas o que chamou a atenção de todos foi o fato da crítica especializada ter se encantado com a história. O enredo levou o Globo de Ouro de Melhor Filme em Musical ou Comédia e foi o primeiro filme e único de animação a ser indicado para o Oscar de Melhor Filme.

Apesar de não ter vencido o Oscar na principal categoria, o filme venceu os prêmios de Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção Original por sua canção-título. Em 2002, A Bela e a Fera foi selecionado para a preservação no National Film Registry pela Biblioteca do Congresso por ser "culturalmente, historicamente ou esteticamente significante", um verdadeiro marco.

A Bela e a Fera muda a história do cinema

Os desenhos animados da Disney para o cinema já tinham conquistado milhões de dólares em outras décadas, tanto que Branca de Neve e os Sete Anões (1937) é a maior arrecadação do cinema levando em conta o reajuste da inflação. Mas A Bela e a Fera elevou as animações para outro patamar.

Até então, os críticos não levavam muito em consideração a chance de uma série de animação ser indicada em grandes premiações, como o Globo de Ouro e, principalmente, o Oscar nas principais categorias. Porém, toda a produção da trama fez com que os especialistas se rendessem ao formato.

Com mais de 350 profissionais envolvidos e com um orçamento de US$ 25 milhões, o roteiro foi tratado com ar de modernidade ao ter uma protagonista forte, a fotografia é considerada bem a frente do seu tempo e as canções conseguiram transformar cenas importantes em icônicas, como o momento que os mocinhos apaixonados dançam no salão do castelo ao som de Beauty and the Beast.

Com vitórias no Oscar e Globo de Ouro, várias produtoras passaram a investir pesado em produções de animações. A Disney, por exemplo, alcançou um novo êxito nos cinemas com o Rei Leão (1995), também ganhando o Globo de Ouro como Melhor Filme Musical ou Humor e o Oscar na categoria Melhor Canção Original.

O formato de animação se consolidou no mercado e, em 2002, o Oscar colocou a categoria Melhor Filme de Animação, presente no evento até hoje. Recentemente, Soul recebeu uma enxurrada de elogios e levou a estatueta para casa.

A história de A Bela e a Fera

A Bela e a Fera é um grande romance. O filme gira em torno de um príncipe que foi transformado em uma Fera e uma jovem mulher chamada Bela. Ele a aprisiona em seu castelo e precisa conquistar o coração dela para voltar ao normal. Caso contrário, ele seguirá como Fera pelo o resto da sua vida.

Com o tempo, a Bela e a Fera vão se apaixonando um pelo o outro, mas precisam enfrentar o vilão Gaston. No meio de tanto romance, há também humor com os funcionários do castelo, que foram transformados em objetos e muita música numa França cheia de cor.

Mais Notícias