Gênero imbatível

Novelas engajam quase seis vezes mais que o jornalismo na TV, diz Ibope

Kantar Ibope divulgou pesquisa inédita


William Bonner e Juma de Pantanal
Jornalismo na TV engaja menos que novela, mas ainda é grande diferencial da TV aberta - Foto: Divulgação/TV Globo
Por Thiago Forato

Publicado em 18/05/2022 às 11:11:00,
atualizado em 18/05/2022 às 11:24:25

O Brasil, além da do Carnaval e do futebol, prova também ser o país da novela. Foi o que constatou um levantamento inédito da Kantar Ibope, que diz que o gênero engaja quase seis vezes mais que o jornalismo, por exemplo.

Segundo o estudo Inside Video 2022, a novela é vista por 18% do tempo dedicado do público que tem um televisor em casa e assiste a programação linear. Quando olhamos para a programação, 1% de toda a grade é composta pelo gênero, cuja intensidade de consumo é de 1510. Qualquer número acima de 100 é considerado positivo, diz o instituto.

O jornalismo na TV ainda é grande fonte de informação para os brasileiros, especialmente quando um grande evento ocorre, como o que começou na Ucrânia em 24 de fevereiro, quando a Rússia passou a bombardear o país. Ocorreu um aumento de 66% na audiência de canais jornalísticos.

Um quarto do tempo (25%) do tempo do público que consome programas de TV linear é dedicado ao gênero. O Kantar Ibope mensurou que 9% da grade de programação da TV é composta por programas jornalísticos. A intensidade de consumo é de 276, número bem menor que o apresentado pela novela.

Nem reality show consegue ter engajamento superior que novelas

imagem-texto

Programas como o Big Brother Brasil e A Fazenda, que costumam ter altos engajamentos, especialmente no período pandêmico, também viram o gênero engajar menos que a novela no Brasil. O índice de intensidade de consumo foi de apenas 366 segundo o Ibope. Na TV aberta, 1% da programação é composta por realities. No entanto, apenas 4% do tempo é dedicado das pessoas a canais de emissoras abertas para esse tipo de programação.

A pesquisa constatou também que o Brasil faz parte do top 5 países que mais tempo consumem televisão, com 5h37 diariamente, atrás somente da Argentina (6h16); Panamá (5h54) e Chile (5h53).

Ao todo, quase 206 milhões de pessoas assistiram a emissora de TV linear no país em 2021. As redes abertas alcançam 93% da população pesquisada mensalmente.

Da pesquisa realizada pelo Ibope, ainda, 72% do público da televisão afirmam que gostam de relaxar assistindo à TV, e 59% do público utilizam o meio para manter-se informado.

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias