Vale muito

Quinta marca mais valiosa do Brasil, Globo perde meio SBT em um ano

Emissora vale R$ 3.624 bilhões para o mercado

Quinta marca mais valiosa do Brasil, Globo perde meio SBT em um ano
Globo é a quinta marca mais valiosa do Brasil. Foto: Reprodução

Daniel César
i

Daniel César

Daniel César é jornalista formado, pós-graduado em linguística e em roteiro de televisão, com mestrado em Literatura. Trabalha com o universo da televisão desde 2010 e já fez cursos de dramaturgia com nomes como Carlos Lombardi e Thelma Guedes.

Publicado em 07/06/2019 às 16:45:13 Atualizado em 07/06/2019 às 17:26:15

A Globo perdeu quase metade do SBT em termos de valor de mercado e ainda assim se manteve como a quinta marca mais valiosa do Brasil, de acordo com a nova edição do ranking Brandz Brasil, realizada pela WPP e Kantar.

A emissora está avaliada em R$ 3,624 bilhões em 2019 e perdeu 16% em relação ao mesmo ranking realizado no ano passado. Em 2018, a Globo valia R$ 4,318 bilhões - isso significa dizer que a perda foi de R$ 694 milhões em valor de mercado.

O número equivale a praticamente metade do SBT no mesmo ranking. A emissora de Silvio Santos apareceu na 37ª posição, com um total de R$ 338 milhões.

Mesmo com a perda, a Globo segue como a emissora de televisão mais valiosa do país e está atrás apenas de dois bancos (Bradesco e Itaú) e duas cervejarias (Skol e Brahma). E, assim como em 2018, a emissora dos Marinhos aparece bem próxima da quarta colocada, a Brahma, avaliada em R$ 3,781 bi.

Em 2018, o Grupo Globo enfrentou uma redução de 35% de seu lucro líquido e  está reduzindo os salários de nomes importantes de seu casting para se adequar ao seu faturamento.  O balanço financeiro da emissora, publicado em março deste ano, mostrou ainda que houve altos investimentos do conglomerado na tecnologia do Globoplay

Em 2018 nos Estados Unidos, o mesmo levantamento não colocou nenhuma emissora entre as 10 marcas mais valiosas daquele país. Entretanto, no Top 100 apareceu canais como NBC, HBO, CBS, ESPN e Fox. 

O ranking das marcas mais valiosas do Brasil utiliza a metodologia que leva em consideração o valor financeiro (dados da bolsa de valores e da Bloomberg), como também o valor de contribuição de marca: proporção do valor financeiro de uma marca gerado por sua capacidade de aumentar o volume de compra e carregar um premium price (metodologia Kantar).

SBT subiu e Record fora

Além da Globo, entre as emissoras de televisão apenas o SBT figurou no ranking disponibilizado nesta sexta-feira (07). O canal de Silvio Santos, embora também tenha diminuído seu valor no mercado, subiu algumas posições no ranking na comparação com o ano anterior.

É que em 2018, a emissora valia R$ 375 milhões. A perda neste ano foi de 10%, ou seja, R$ 37 milhões. Os números em reais colocam o SBT valendo, em 2019, menos do que valia em 2017. Mesmo assim, com a queda de outras marcas, o canal acabou subindo quatro posições, já que no ano passado figurou na 41ª.

Em compensação, por mais um ano a Record ficou fora do ranking. O canal pertencente à Igreja Universal do Reino de Deus ainda não conseguiu emplacar nenhuma vez a marca entre as 60 mais valiosas do Brasil.


publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!