Sem informações

Klara Castanho: Hospital nega acesso ao prontuário de atriz para Conselho de Enfermagem

Coren-SP afirmou que unidade de saúde não liberou detalhes médicos do caso


Klara Castanho posada
Klara Castanho: Hospital nega acesso ao prontuário de atriz para Conselho de Enfermagem - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 04/07/2022 às 19:26:00,
atualizado em 04/07/2022 às 19:26:53

O Hospital Brasil, unidade de saúde que atendeu Klara Castanho na época em que estava grávida, teria negado o acesso do Conselho de Enfermagem (Coren-SP) ao prontuário médico com informações da atriz, já que a organização de classe está investigando condutas inadequadas de profissionais da enfermagem no caso.

O hospital alega que não pode passar informações para o Conselho sem a autorização prévia da paciente, de acordo com o previsto em resoluções do Conselho Federal de Medicina (CFM) e no Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. A informação foi anunciada pelo Conselho de Enfermagem nas redes sociais.

"O Coren-SP informa que solicitou o prontuário de atendimento da atriz vítima de vazamento de informações sigilosas ao hospital onde ela foi atendida, mas o acesso ao documento foi negado ao conselho pela instituição sob a justificativa de necessidade de autorização prévia da paciente, seguindo o previsto em resoluções do Conselho Federal de Medicina (CFM) e no Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem", informou.

"Desta forma, o Coren-SP se põe à disposição da atriz, caso isso seja de sua vontade, para orientação quanto aos procedimentos para encaminhamento de apuração da conduta dos profissionais de enfermagem que a tenham atendido ou de autorização para acesso ao prontuário."

Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo

Na sequência, a organização reafirmou seu compromisso com a ética da profissão e afirmou que vai obedecer as previsões legais. "O conselho reafirma seu compromisso e preocupação com a ética, que também é um instrumento de trabalho da enfermagem, ao mesmo tempo em que tem o dever de cumprir as previsões legais vigentes para evitar quaisquer outros prejuízos à vítima ou à devida condução de apuração dos fatos", apontou.

Enfermeira do hospital teria vazado informações sigilosas de Klara Castanho

imagem-texto

O NaTelinha havia informado que, na última terça-feira (28), o Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo fez vistoria no hospital. De acordo com relato de Klara, uma enfermeira a ameaçou quando deu entrada na unidade de saúde após ser estuprada e ter engravidado, decidindo entregar o bebê diretamente para adoção. A profissional teria abordado Klara e ameaçado contar para a imprensa informações sobre a entrega do recém-nascido.

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias
Outros Famosos