Reportar
erro
Só polêmicas

De transa com Senna a drogas nas festas da Gkay: As maiores confissões dos artistas em podcasts

Xuxa, Mara Maravilha... e até denúncias contra Gkay; confira


Mara Maravilha, Márcia Goldsmicht e Xuxa em foto montagem
Mara Maravilha, Márcia Goldsmicht e Xuxa já tiveram confissões - Foto: Divulgação
Por Redação NT

Publicado em 15/04/2022 às 07:07:00

Os famigerados podcasts estão em uma febre sem fim nos últimos tempos. Vários famosos já têm um para chamar de seu, mas eles também colecionam confissões. Xuxa revelou a Sergio Mallandro momentos de intimidade com Ayrton Senna e Márcia Goldsmicht revelou quanto ganhava para fazer um programa no SBT.

Vários bastidores também já foram expostos e até reclamações de seus horários na TV foram tema de conversa, como quando Carlos Alberto de Nóbrega confessou que seu horário no SBT o desagrada. O dono do banco da Praça afirmou que ele era "nojento" e "cruel".

O repórter Vesgo, Rodrigo Scarpa, também admitiu que o Pânico na TV e Band (2003-17) estava muito sexualizado, o que desagradava muita gente que estava na equipe do programa em seus últimos anos. Confira essas e outras confissões:

Márcia Goldschmit

Em entrevista ao Inteligência Ltda, a apresentadora revelou que ganhava R$ 5 mil mensais entre 1997 e 2000 no SBT, quantia considerada baixa para ela. ""A minha saída do SBT foi peculiar. Eu acho que só tem duas pessoas que o Silvio (Santos) deu rescisão na vida: Eu e Ana Paula Arósio. Depois de um ano fora do ar e me sentindo super humilhada, atacada, com as pessoas falando 'ninguém chuta cachorro morto', eu fui do auge ao fundo do baú. Eu estava muito mal. O SBT é uma empresa muito correta, recebia meu salário, mas eu percebi que não era aquilo que eu queria, eu já tinha perdido minha agência", começou.

"Quando a Globo me chamou, eu estava de contrato longo (com o SBT) e eu não fui por lealdade. O Boni (Diretor da Globo na época) falou 'o que você quer fazer aqui? O que você quer? Quem você quer trazer? Quanto você quer? Você decide...' E eu não fui por lealdade. Não fui porque eu sou muito leal. Disse que estava com carteira assinada e ganhava R$ 5 mil. O Boni riu e que quase caiu da cadeira", revelou.

Apesar disso, Márcia conseguiu ter um aumento no salário: "O Silvio soube que eu estava na sala do Boni na hora. Quando eu sair de lá, quando desci do avião, a secretária dele me ligou e disse que ele queria falar comigo na hora. Naquilo me deu uma cólica renal, eu fui direto pro hospital, um medo, eu suava frio, nunca tinha visto Silvio na minha frente", disse Marcia sobre o primeiro encontro dela com o Silvio, após recusar a proposta de ir pra Globo.

Xuxa

A Rainha dos Baixinhos também teve polêmica. Ela e Ayrton Senna (1960-1994) tiveram uma história de amor, e parte desses detalhes foi revelado por ela no podcast Papagaio Falante, de Sergio Mallandro. "Na hora que a gente foi ficar junto, ele começou a puxar o meu cabelo, como se fosse uma chuquinha, pra cima. Aí olhei pra cima e disse: 'Ah, você quer ficar com a Xuxa da televisão...' Não tem problema, boto a bota, chuquinha, mas você coloca o capacete?", pediu.

Tudo aconteceu, segundo ela, depois de revelar a Senna que em um relacionamento anterior o rapaz pediu para que ela cantasse a música "quem quer pão?". Xuxa também comentou que Senna a procurou na Globo por meio de telefonemas. Ele buscava a "mulher mais bonita do Brasil". "A gente tinha uma coisa bem diferente", relembrou.

Rodrigo Scarpa

O repórter Vesgo confessou em entrevista ao podcast Mais que 8 Minutos, de Rafinha Bastos, que o Pânico na Band havia perdido a essência e ficou bastante sexualizado nos últimos anos. "Eu acho que no final ali do Pânico estava muito sexualizado o negócio, incomodava as pessoas, e inclusive a gente que estava lá", confessou.

Ele ainda falou sobre a ideia da Mulher Samambaia na época, interpretada por Danielle Souza. "O que era a Mulher Samambaia? Era uma crítica a essas mulheres que ficavam paradas sem fazer nada. Mas sabe o que é, eu entendo os caras, os jovens da TV aberta começaram a ir para a internet, quem ficou em casa foram os tiozões taradões", observou.

Mara Maravilha

A ex-apresentadora do SBT tem um longo histórico de revelações e alfinetadas em podcasts. Numa conversa com Sergio Mallandro, afirmou que estava com "ranço" de Xuxa. "Estou invocada e com ranço dela. Amo a Xuxa, mas estou com ranço agora", disse.

"O jeito que com que ela vem se comportando em relação à minha história e à minha pessoa não estou de acordo. Não sou melhor que você [Xuxa], e você não é melhor que eu. Mais acima, só Deus", emendou.

Carlos Alberto de Nóbrega

O dono do banco da Praça do SBT confessou que não gosta de seu horário na emissora. "O público quer rir, ainda mais nesse horário nojento que eu tenho: 23h30. Isso é uma coisa de uma crueldade que não tem tamanho", disparou o veterano em entrevista a Rafinha Bastos no YouTube em seu podcast Mais que 8 Minutos.

Após notar o descontentamento do convidado, Bastos questionou se não seria um bom horário para as pessoas relaxarem, e então o contratado do SBT destacou qual que seria o ideal no seu ponto de vista. "Meu público é muito povão. O programa era sábado 22h, era o grande horário. Tive [programa nesse horário por] anos, mais de 10 anos. Ainda dava 30, dava 20 e tantos de audiência. Era uma loucura", opinou.

Apesar de mostrar preferência pelo sábado, Carlos Alberto também refletiu sobre a questão da publicidade. "Não dá muita grana, não tem merchan porque no dia seguinte, o domingo, é só supermercado, o comércio, shopping", destacou.

Celso Portiolli

A confirmação que Portiolli apresentaria o novo Show do Milhão aconteceu em um podcast. O comunicador revelou que explicou ter recebido a autorização de Silvio Santos para comandar o game show e que ficou receoso em aceitar o convite para ser o responsável pelo programa que fez sucesso no início dos anos 2000.

“Tocou o telefone e era número desconhecido. Quando é número desconhecido, eu já falo: ‘Lá vem bucha’, porque é sempre do SBT. Não vem só notícia boa, vem bucha também. Aí atendi e era o Pelégio [Fernando Pelégio, diretor de planejamento artístico do SBT] (...) ‘Oi, Pelégio. Tudo bom?’. Aí ele falou: ‘Tenho uma notícia boa pra você. Você vai fazer o Show do Milhão’. Isso faz uns três meses”, revelou.

Celso não escondeu que ficou receoso em concordar com o convite e perguntou se tinha o aval do Homem do Baú. “A primeira pergunta que eu fiz foi: ‘Quem autorizou?’, porque tem que ser o patrão. Se não fosse o patrão, eu não iria fazer”, acrescentou ao PodDelas.

Samyra Show

Uma das maiores polêmicas aconteceu em março, quando Samyra Show detonou a Faroga da Gkay e a influencer em um podcast. "Vi muita droga, muita prostituição, muita coisa que não está dentro dos meus valores", lamentou.

Não há relatos sobre os temas, mas ela disse a razão: "Muita coisa que ninguém teve coragem de falar. Porque pagou muita página para estar lá. Ninguém postou porque estavam tudo sendo pagos para estarem lá", disse ao Lelcast.

"Tinham pessoas se desfazendo das outras, falando no microfone assim: 'se tirar foto com fulano, beltrano, eu boto pra fora...'. Eu falei assim: 'pô, eu te conheci tão simples, tão humilde. E hoje, que prepotência (... Gkay é) uma mulher que conseguiu realizar seus sonhos, mas que está perdida, se perdeu, está indo muito Maria vai com as outras", encerrou sobre a Farofa.

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias
Outros Famosos