Biografia

"Ter rugas deixa o conjunto mais bonito"

  • Nome: Sílvia Escobar Pfeifer
  • Nascimento: 24/02/1958
  • Idade: 63 anos
  • Sígno: Peixes
  • Estado civil: Casada
  • Profissão: Atriz
  • País: Brasil
  • Cidade: Porto Alegre (RS)

Silvia Pfeifer é atriz. Iniciou a carreira como modelo em 1979, alcançando o sucesso na profissão ao longo dos anos 1980. Morou e trabalho em Milão e Paris, onde desfilou para algumas das mais famosas grifes do mundo. Tentou seguir carreira em Direito e Comunicação Social, mas acabou enveredando para as artes cênicas.

Após trabalhos no cinema e no teatro, recebeu os primeiros convites para TV. A estreia foi como protagonista da minissérie Boca do Lixo (1990), como a atriz decadente Cláudia Toledo. Em seguida, foi a vilã Isadora Venturini de Meu Bem, Meu Mal (1990), que ditou moda, mas também lhe rendeu críticas pela atuação.

Seguiu com papéis de destaque em novelas da Globo. Protagonizou Perigosas Peruas (1992), Tropicaliente (1994) e Malhação (1995). Viveu a adultéra Léa Mezenda de O Rei do Gado (1996) e a lésbica Leila de Torre de Babel (1998), em que também deu vida à gêmea Leda após a morte da primeira personagem por conta da rejeição do público.

Fez ainda Uga Uga (2000), Desejos de Mulher (2002), Pé na Jaca (2006), entre várias outras produções. Assinou com a Record para integrar o elenco de Bela, A Feia (2009). Depois, participou de Corações Feridos (2010), no SBT. Retornou à Globo com participação em Malhação (2012), seguida da novela Alto Astral (2014).

Em Portugual, integrou o elenco de Ouro Verde (2017), com vários atores brasileiros. No retorno ao Brasil, deu vida a Mariinha em Topíssima (2019), uma mulher humilde, distante das personagens ricas e elegantes que marcaram sua carreira. Além dos trabalhos na TV, tem várias experiências nos palcos e na telona.

É casada desde 1983 com o empresário Nelson Chamma Filho, pai de seus dois filhos: Emanuella Pfeifer Chamma, nascida em 1985, e Nicholas Pfeifer Chamma, de 1993.