Reportar
erro
Multa de R$ 50 mil

Lollapalooza: TSE proíbe atos políticos após Pabllo Vittar gritar "Fora Bolsonaro"

Drag queen também exibiu toalha com rosto de Lula; a cantora britânica Marina também xingou o presidente do Brasil durante show


À esquerda, Jair Bolsonaro; à direita, Pabllo Vittar exibe toalha com rosto de Lula durante show no Lollapalooza
No Lollapalooza, Pabllo Vittar gritou "Fora Bolsonaro" e exibiu toalha com rosto de Lula - Fotos: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 27/03/2022 às 14:10:00

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) acatou parcialmente o pedido feito pelo partido de Jair Bolsonaro, o Partido Liberal (PL), para vetar manifestações políticas de artistas no festival Lollapalooza, realizado em São Paulo. A legenda ingressou com ação após Marina e Pabllo Vittar se manifestarem contra o presidente da República.

Em decisão liminar, o ministro Raul Araújo fixou multa de R$ 50 mil para a organização do Lollapalooza caso outros artistas se manifestem politicamente no evento. A alegação do PL era de que vinha sendo feita propaganda eleitoral antecipada em favor do ex-presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores (PT).

A manifestação exteriorizada pelos artistas durante a participação no evento, caracteriza propaganda político-eleitoral, diz trecho da liminar. Assim, Araújo proibiu que os artistas façam qualquer tipo de manifestação política, a favor ou contra a candidatos e partidos no evento, até o fim da programação.

Globo cortou Pabllo Vittar segurando toalha de Lula no Lollapalooza

imagem-texto

O festival acaba neste domingo (27). Ao longo da programação, a cantora britânica Marina xingou Bolsonaro e Vladimir Putin, presidente da Rússia. "Foda-se Putin e foda-se Bolsonaro", gritou a artista, durante a performance da música Man's World. A manifestação incitou o público a também xingar os políticos.

Já Pabllo Vittar foi além: gritou "Fora Bolsonaro", gerando comoção no público presente no evento, e desceu para um corredor no meio da multidão, pegou a toalha com o rosto de Lula e mostrou para o público. A cena causou grande repercussão nas redes sociais, mas foi cortada na transmissão da Globo para o evento.

Não é novidade para ninguém que Pabllo Vittar apoia Lula para voltar a ser presidente do país. O NaTelinha inclusive noticiou quando a cantora declarou o voto no petista nas eleições de 2022. Na sexta (25), o show da drag queen no Lollapalooza atrasou devido a uma tempestade que caiu no local do evento no primeiro dia de festival.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos