Natália Lage

Homossexual em Um Lugar ao Sol diz que Bolsonaro estimula homofobia: "País regrediu 40 anos"

Intérprete de Gabriela não economizou críticas ao presidente Jair Bolsonaro


Natália Lage séria em foto posada
Natália Lage é Gabriela em Um Lugar ao Sol - Foto: Divulgação/TV Globo

Natália Lage, a Gabriela de Um Lugar ao Sol, vem acompanhando a repercussão de sua personagem pelo Instagram, única rede social que possui. A princípio, ficou com medo da reação das pessoas com ela, mas se surpreendeu com mensagens carinhosas, incluindo até termo de "shipp" entre ela e Ilana (Mariana Lima). "Neste momento do Brasil, em que vivemos uma homofobia praticada e estimulada pelo próprio presidente da república, achei que realmente fosse ter alguma reação negativa. A sensação que eu tenho é de que o país regrediu 40 anos", admite ao jornal O Globo desta segunda-feira (21).

Apesar disso, vem acompanhando a repercussão que tem sido positiva e se orgulha do trabalho. "É fundamental abordar o tema e naturalizá-lo. Precisamos caminhar para um momento em que o preconceito não precise mais ser discutido. Aí sim os personagens das chamadas minorias, que não são de fato uma minoria em termos quantitativos, vão ter outras questões para resolver. Uma das minhas grandes preocupações ao interpretar a Gabriela foi não estereotipar", aponta.

Um Lugar ao Sol marcou seu retorno às novelas depois de 15 anos, quando fez uma participação em Pé na Jaca (2006). Mas, de acordo com a atriz, seu afastamento foi algo natural. "A gente vai caminhando como as oportunidades aparecem. Eu fiz A Grande Família e emendei Tapas e Beijos. Depois acabei indo para São Paulo e fiz mais teatro e cinema."

"O retorno agora foi um convite do Maurício Farias [diretor], que é um parceirão que eu tenho desde os meus 20 anos. Ele tem essa característica de manter boa parte da equipe e do elenco no seu trabalho. Então, fazer essa novela foi estar ao lado de amigos que fazem parte da minha vida há anos", completa.

A nova atividade da atriz de Um Lugar ao Sol

Desde o início da pandemia, Natália conta que vem se dedicando a uma nova realidade artística: a pintura. Seus trabalhos estarão em uma exposição em Niterói, Rio de Janeiro, mais precisamente no Espaço Cultural Correios.

"Foi algo que veio sorrateiramente. Eu fazia colagens, fiz alguns cursos e fui parar na tinta acrílica. Não sou desenhista nem mesmo me considero pintora. Sou uma pessoa que tem uma relação com a tinta", orgulha-se.

E completa: "Eu e o Silvio [Guindane, seu namorado], nos mudamos para uma casa grande, então comecei a me aventurar com telas enormes. O meu sonho agora é ter um lugar pé direito bem alto para pintar em outras ainda maiores".

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos