Mais uma pra conta

De Leonardo a Bolsonaro presidente: 5 polêmicas de Eduardo Costa

Eduardo Costa acumula polêmica ao longo dos anos


Eduardo Costa ao telefone com nome ao fundo
Eduardo Costa acumula polêmicas - Foto: Reprodução/Instagram

Eduardo Costa se transformou em réu por estelionato no final da última semana. O TJ-MG (tribunal de Justiça de Minas Gerais) aceitou uma denúncia realizada pelo Ministério Público em novembro, e agora ele terá que responder por isso na Justiça. O cantor também acumula outras polêmicas.

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, o caso começou a ser apurado em 2017, quando o sertanejo negociou o imóvel objeto da ação, que valia em torno de R$ 5,6 milhões, em troca de uma outra casa em Belo Horizonte (MG), no valor de R$ 9 milhões. A diferença na quantia seria paga pelo artista com um carro de luxo, uma lancha e uma moto aquática.

Após o acordo, os novos donos da casa de Capitólio tentaram registrar o imóvel e souberam que a mansão era alvo de uma ação civil pública do Ministério Público Federal (MPF) e de uma ação de reintegração de posse.

Mas, Eduardo Costa, tem uma lista extensa de polêmicas. Relembre algumas delas:

"O fim da picada", disse sobre transgêneros

Eduardo Costa opinou sobre pessoas transgêneros em 2017, em virtude do sucesso de A Força do Querer. Em uma foto que causou polêmica na época, quando uma criança interagia com um artista nu, desabafou: "Eu jamais deixaria minha filha nem ver uma foto dessas, quanto mais ir numa desgraça dessas", escreveu. E não parou por aí: "Ideologia de gênero, você sabe o que é isto? Então, responda aqui nos comentários. Querem fazer meninas virarem meninos e meninos virarem meninas. Uma putaria só. É o fim da picada. Tem lógica, não. Tô de cara. De cara mesmo".

Início do coronavírus

Logo no começo da pandemia, Eduardo Costa afirmou que queria pegar a doença para ficar imunizado. "Eu até acho que eu quero pegar esse coronavírus, porque eu preciso imunizar o meu corpo... eu preciso pegar o vírus, pro meu corpo criar anticorpos, pra eu ficar livre disso", bradou ao Fofocalizando em maio de 2020.

Fim da parceria de Eduardo Costa e Leonardo

Em julho de 2020, Eduardo anunciou que não faria mais parte da empresa Talismã Music, de Leonardo. O sertanejo afirmou que o que aconteceu é "natural", além de garantir que a parceria com o projeto Cabaré continua, só que agora terá o seu próprio escritório. “Esse rompimento é natural, porque não existe mais escritório. A parceria Eduardo Costa e Leonardo no Cabaré não parou, ela continua. O escritório que foi desmontado. O Leonardo vai ficar com a Talismã e eu vou ter o meu escritório", disse.

Além disso, Eduardo Costa ainda afirmou que a relação com Leonardo continua boa, sem qualquer atrito. "Não existe uma quebra ou uma briga, o que existe é que os tempos são outros”, explicou.

Ele finalizou ao dizer que tudo aconteceu devido a pandemia, que fez com que mudasse o ciclo entre artistas e empresários. “Foi um simplesmente cada um segue com a sua carreira. A parceira Cabaré não vai acabar nunca”, concluiu.

Campanha contra a ex em A Fazenda

Em 2020, ainda, sua ex-namorada, Victoria Villarim, participou do reality. E Eduardo fez campanha contra. Victoria Villarim e Eduardo Costa assumiram o namoro em 2016 e viveram juntos até 2019. Durante esse período, a bailarina confessou que recebeu muitos presentes do sertanejo, mas diversas informações apontam que ele a traiu com outras mulheres.

O romance terminou de maneira conturbada, mas a ex-peoa já está em um relacionamento com Paulo Rapuano, participante da segunda edição do reality show De Férias com o Ex. Victoria ficou marcada ao entrar em A Fazenda 2020 como ex do Eduardo Costa, apelido que o cantor já confessou não gostar.

Roubo de mulher

No ano passado, a influenciadora Mariana Polastreli foi acusada de trocar o marido pelo sertanejo. E pior: trair com o músico. Mariana foi casada com Eduardo Polastreli durante 15 anos, mas o relacionamento havia terminado recentemente. O rapaz a acusa de ter abandonado os três filhos e que o relacionamento dela com o sertanejo teria começado ainda quando os dois estavam juntos.

O sertanejo negou. “Ela não largou os três filhos, ela foi caçar um apartamento lá em Vitória e não tinha como levar os filhos”, explicou o cantor na terça (22).

“Ela já estava separada do cara há três meses, só que eles moravam no mesmo ambiente, mas dormindo em quartos separados. Pelo menos, foi isso que a Mariana me falou”, completou ele.

Arrependimento político

Eduardo Costa também declarou recentemente à Jovem Pan por ter apoiado Jair Bolsonaro. "Hoje eu não apoio ninguém, só quero ver meu país melhor", declarou.

"Naquela época eu saí da casinha porque estava revoltado com a situação do país. Coloquei para fod** nas minhas redes, comecei, inclusive, a falar de política de uma forma agressiva. Percebi que conseguimos eleger um político usando nossa influência como artista, mas não conseguimos tirá-lo de lá", lamentou.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos