Reportar erro
Polêmica

Wesley Safadão não aceita acordo após furar fila da vacina contra Covid-19

Advogados tinham feito pedido

Wesley Safadão não aceita acordo
Wesley Safadão não aceita acordo - Foto: Montagem/Reprodução
Redação NT

Publicado em 28/10/2021 às 17:09:35,
atualizado em 28/10/2021 às 17:13:22

Nesta quinta-feira (28), Wesley Safadão, Thyane Dantas e a assessora do cantor, Sabrina Tavares, negaram um acordo ofertado pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) para que a investigação sobre a vacinação irregular contra a Covid-19 não fosse adiante. A proposta consistia em um pagamento de um valor a uma organização social.

Segundo informações do G1, a própria defesa havia pedido um acordo no último dia 14. Em nota, o MPCE revelou que o trio não aceitou. O oferecido sugeria a uma "prestação pecuniária a ser destinada a entidade pública ou privada com destinação social". Com a decisão, a investigação criminal vai seguir adiante.

A assessoria de imprensa do famoso, ao ser procurada, informou em resposta que só irá se posicionar após receber informações do setor jurídico.

Wesley Safadão, Thyane e mais cinco são indiciados por peculato

O cantor foi indiciado por peculato, após o episódio da vacinação irregular. Thyane Dantas e outras cinco pessoas também fazem parte do processo na Delegacia de Combate à Corrupção, de Fortaleza. Eles continuam sendo investigados e podem ser condenados.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os envolvidos também serão indiciados "por infração a determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, cujas penas somadas podem chegar a treze anos de prisão". O casal se vacinou de forma irregular contra a Covid-19 por ter comparecido ao local e à data errada em Fortaleza, capital do Ceará.



NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias
Outros Famosos