Reportar erro
Luto

Morre Luis Gustavo, aos 87 anos

Pioneiro na TV, ator lutava contra um câncer no intestino desde 2018

Morre Luis Gustavo, aos 87 anos - Foto: Reprodução
Morte de Luis Gustavo foi informada pelo sobrinho, o também ator Cassio Gabus Mendes - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 19/09/2021 às 14:29:00,
atualizado em 19/09/2021 às 16:06:33

O ator Luis Gustavo morreu neste domingo (19), aos 87 anos, em sua casa em Itatiba, no interior de São Paulo, vítima de um câncer no intestino. Ele lutava contra a doença desde 2018, o que o motivou a se afastar do trabalho. A informação da morte do artista foi divulgada por Cássio Gabus Mendes, sobrinho do veterano, em postagem no Instagram.

Pioneiro na TV, Luis Gustavo protagonizou Beto Rockfeller (1968), trama da TV Tupi que revolucionou o gênero no Brasil. Entre os maiores sucessos do artista também está o Sai de Baixo, humorístico exibido na Globo entre 1996 e 2002. Ele foi um dos criadores da sitcom e integrava o elenco na pele de Tio Vavá. A série deu origem a um filme, lançado em 2019, que foi o último trabalho do veterano, já com a saúde debilitada.

 

Em 12 de fevereiro, o veterano recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19, em Itatiba (SP), onde morava. Na ocasião, ele falou sobre o tratamento contra o câncer no intestino. "Estou acostumado, eu tomo tanta agulhada, porque estou fazendo tratamento de quimioterapia, então, para mim, essa parte medicinal é normal", disse ele à TV TEM, afiliada da Globo.

Morre Luis Gustavo, aos 87 anos

De Mário Fofoca a Victor Valentim: Luis Gustavo colecionou papéis inesquecíveis na TV; relembre carreira do ator

Morre Luis Gustavo, aos 87 anos

Nascido em 2 de fevereiro de 1934, em Gotemburgo, na Suécia, e filho de espanhóis, Luis Gustavo veio para o Brasil ainda criança. Iniciou a carreira na TV como contrarregra por influência de seu cunhado Cassiano Gabus Mendes (1929-1993), diretor artístico da Tupi e futuro autor de novelas.

Na pele do anti-herói Beto Rockfeller, firmou-se como um dos maiores atores do país. Com linguagem moderna, a história revolucionou as novelas no Brasil. Tatá retornou ao papel em A Volta de Beto Rockfeller (1973) e seguiu com papéis de destaque na TV.

Logo migrou para a Globo, onde deu vida ao mulherengo Ricardo de Anjo Mau (1976), ao cego Léo de Te Contei? (1978) e ao divertido detetive Mário Fofoca de Elas por Elas (1982). Este roubou a cena na novela e, de tanto sucesso, ganhou uma série em 1983. O personagem retornou à cena no remake de Ti Ti Ti (2010), atualmente em reprise no Vale a Pena Ver de Novo, na Globo.

Na primeira versão de Ti Ti Ti (1985), aliás, Luis Gustavo deu vida ao protagonista Ariclenes Martins, defendido por Murilo Benício no remake. O personagem, rival do costureiro Jacques Leclair (Reginaldo Faria), cria um personagem, o latino Victor Valentim, para desbancar o inimigo no mundo da moda.

Outro papel marcante foi o radialista Juca Pirama de O Salvador da Pátria (1989), também em reprise, no Viva. O ator esteve ainda nas novelas Mico Preto (1990), O Beijo do Vampiro (2002), entre outras. As mais recentes foram Êta Mundo Bom! (2016) e Malhação: Vidas Brasileiras (2018), além da série Brasil a Bordo (2018).

Ele deixa a esposa, Cris Botelho e dois filhos: Luis Gustavo Vidal Blanco, fruto de seu relacionamento com Heloísa Vidal, e Jéssica Vignolli Blanco, fruto de seu casamento com a atriz Desireé Vignolli (1965-2018). Na década de 1970, foi casado com a também atriz Mila Moreira.



Mais Notícias
Outros Famosos