Reportar erro
Relembre

5 vezes em que Patrícia Abravanel gerou polêmica no SBT

Apresentadora já se envolveu em muitas confusões

Patrícia Abravanel no Vem Pra Cá
Patrícia Abravanel já se envolveu em diversas polêmicas - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 12/09/2021 às 10:15:00

Patrícia Abravanel fez a cobertura das manifestações do dia 7 de setembro no Vem Pra Cá e, na quinta-feira (9), exibiu a greve dos caminhoneiros no programa do SBT. Durante a apresentação, a comunicadora saiu em defesa do jornalismo do canal do Homem do Baú e ainda deixou claro que é contra o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. "Só vai atrasar o Brasil", declarou.

O comportamento dela rapidamente gerou reações nas redes sociais. De um lado, muitos parabenizaram a filha de Silvio Santos por ser firme no posicionamento. Porém, houve grupos que não gostaram nem um pouco da fala dela e enfatizaram que Patrícia é esposa de um ministro do governo bolsonarista, Fábio Faria.

Só que essas não foram as únicas polêmicas que Patrícia se envolveu ao longo da carreira. Ela já foi acusada de intolerância religiosa, homofobia e machismo. Também entrou em treta com a apresentadora Fernanda Lima.

Patrícia Abravanel e a homofobia

Em 2016, Patrícia foi acusada de homofobia. "Acho que a gente tem que ensinar para o jovem de hoje que homem é homem e mulher é mulher. E se por acaso ele tiver alguma coisa dentro dele que fale diferente, aí tudo bem. O que está acontecendo é que estão falando que tudo é bonito e o jovem acaba experimentando coisas que pode vir a se arrepender depois", declarou no Jogo dos Pontinhos.

"Eu não sou contra o homossexualismo [sic], mas sou contra falar que é normal. E outra, mulher com mulher não é tão legal assim. Não tem aquele brinquedo que a gente gosta bastante. Acho bonito quando duas mulheres se amam como duas mulheres. Sou a favor porque o mundo é uma coisa livre. Cada um escolhe o que quer, opção sexual, religião, e o que vai fazer da vida. Cada um com seus problemas e as pessoas tem que respeitar as escolhas", acrescentou.

Após receber muitas críticas, Patrícia usou as redes sociais para se desculpar. "Fiquei muito assustada com a repercussão do que falei no último domingo. Fui me aprofundar sobre o assunto e percebi que tenho muito o que aprender. Não queria ter causado dor, discórdia e muito menos fomentar a intolerância e o preconceito. Meu desejo como pessoa pública é levar alegria, promover o amor, compaixão e o respeito entre as pessoas na esperança de dias melhores. Do fundo do meu coração peço perdão. E assim seguimos a vida...aprendendo", relatou.

Patrícia Abravanel e Fernanda Lima

imagem-texto

O apresentador Silvio Santos chamou Fernanda Lima de "magrela" e a apresentadora da Globo não gostou nem um pouco. Ela criticou bastante o comunicador do SBT e Patrícia Abravanel tomou as dores do pai, entrando em uma nova polêmica.

"Nossa, Fernanda Lima, estou com a maior preguiça de você. Qual sua intenção? Quer aparecer? Pode deixar, vou parar de te seguir, mas não aguentei. Preguiça master. Tudo é um mimimi, mais leveza", disparou. Ela também virou alvo de críticas nas redes sociais após o comentário.

Intolerância religiosa

imagem-texto

Em 2014, Pátrícia Abravanel declarou a população de países mais místicos deixam de trabalhar por conta da religião. E afirma que nações racionais "vão mais pra frente". Claro que o posicionamento dela não pegou nem um pouco bem e ela foi muito criticada.

"A África é muito mística, e a gente vê as consequências, e os EUA é mais racional, protestante, onde acredita no suor. Então, eu acho que a gente tem que avaliar nossa crença através dos frutos que elas nos trazem", declarou.

Machismo

De religião a machismo: 5 vezes em que Patrícia Abravanel foi polêmica no SBT

Em 2017, também no Jogo dos Pntinhos, Patrícia comentou que Lívia Andrade ficaria solteira, já que mulher, segundo ela, não pode ser tão independente. "A mulher tem que fingir, ficar quietinha, porque quem manda mesmo é o homem", falou. A fala acabou repercutindo.

Em outra oportunidade, Patrícia "acusou" Lívia de interesseira e acabou tomando uma "invertida". "Falou a que é casada com político que pegou várias famosas, tá aí na boca do povo...", rebateu Lívia.

Patrícia Abravanel e a homofobia 2

No mês do orgulho LGBTQIA+, Patrícia Abravanel causou revolta ao fazer uma fala em que minimizou a homofobia e tratou o crime previsto em lei no Brasil como “opinião” e “conflito de geração”. A apresentadora ainda pediu compreensão da população LGBTQIA+ com os preconceituosos durante o programa Vem Pra Cá.

Tudo começou quando a filha de Silvio Santos e Gabriel Cartolano repercutiam o vídeo com falas homofóbicas compartilhado por Caio Castro e Rafa Kalimann. Patrícia, então, decidiu dar seu parecer sobre a questão.

“Eu acredito que nós mais velhos, filhos de pais conservadores, a gente está se abrindo, mas eu acho que é também um direito das pessoas respeitarem, porque não concordar em discordar, entendeu?”.

Patricia Abravanel

E ela prosseguiu: “A gente pode ter opiniões diferentes, eu e o Cartolano, mas tudo bem... Tudo é muito enfatizado, tudo muito é muito polemizado, tudo é muito... Eu não acho, por exemplo, que o Caio Castro e a Rafa são preconceituosos ou são homofóbicos... Eu acho, realmente, que eles foram educados de outra maneira”.

“Como os LGBTs, Y, H, não sei, querem o respeito, eles têm que ser mais compreensivos com aqueles que hoje não entendem direito e estão se abrindo para isso”, completou Patrícia. O comentário revoltou até mesmo Tiago Abravanel.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos